Todo amante de música eletrônica sonha em conhecer pelo menos um megafestival mundo afora, não é? Nessa #WikiVibez vamos te apresentar a linha do tempo do queridinho de Miami, UMF, que completou seus 20 aninhos no ano de 2018 e que todo ano reúne um enorme número de pessoas que respiram música.

A primeira edição desse incrível festival rolou em 1999, resultado de uma parceria entre os empresários Russell Faibisch, Alex Omes e Bruce Braxton, na praia de South Beach, em Miami Beach, para cerca de 10.000 pessoas, já com nomes como Paul van Dyk e DJ Baby Anne. No ano 2000, a festa foi realizada no mesmo local e, por conta do grande sucesso e receptividade do público, foi rapidamente confirmada para sua terceira edição. Nessa época, o festival tinha duração de apenas um dia.

Em 2001 UMF retornou para seu terceiro encontro anual, mas dessa vez foi realizado no Bayfront Park, em Downtown Miami, por conta do aumento considerável do público em relação aos dois anos anteriores. Entre os anos de 2002 e 2005, o festival continuou sendo realizado no Bayfront Park e em apenas um dia.  Em 2006 passou a ser realizado no Bicentennial Park, em Downtown Miami e, a partir de 2007, os produtores do evento inauguraram o formato de dois dias de festa. Em 2008 o Ultra iniciou o “Ultra Worldwide”, estreando com festivais pelos quatro cantos do mundo.

O Ultra Brasil, por exemplo, é fruto desse projeto e nos deu o ar da graça pela primeira vez em 2008, nas cidades de São Paulo e Belo Horizonte. Em 2009 o festival ultrapassou um grande record na cidade de Miami contando com a presença de, aproximadamente, 70.000 pessoas. Em 2010 o Ultra excedeu ainda mais as expectativas e recebeu cerca de 100.000 participantes em sua 12ª edição, na qual os ingressos foram esgotados.

Em 2011 a festa teve sua primeira edição com 3 dias consecutivos. Nesse mesmo ano, Armin van Buuren estreou o “ASOT – A State Of Trance”, comemorando 500 episódios de seu programa que, juntamente com “Carl Cox and Friends”, continua sendo um dos pilares do UMF. O Ultra retornou para o Bayfront Park em 2012, e os ingressos da pré-venda se esgotaram em 20 minutos, sendo essa a segunda edição do evento a render um sold out, e foi nesse mesmo ano que o Ultra iniciou o projeto “Road to Ultra”, que leva eventos de um único dia para lugares como Tailândia, Japão, Paraguai e Chile. Nessa época, o festival já contava com um show incrível de iluminação e pirotecnia, além de um time de peso de grandes DJs que faziam as vibez da galera presente.

No ano de 2013, em comemoração à 15ª edição, a festa aconteceu pela primeira vez em dois finais de semana consecutivos, de 15 a 17 e de 22 a 24 de março, coincidindo com o início e fim da Miami Music Week e, somando os dois fins de semana, o evento teve um total de 330.000 espectadores, aproximadamente. Nessa mesma edição, O trio Swedish House Mafia realizou o set de encerramento do segundo fim de semana do festival, o que serviu como fechamento da turnê oficial de despedida do trio, uma notícia triste para milhões de fãs.

Em 2014 o festival voltou ao formato de 3 dias que conhecemos hoje e contou com nomes incríveis como Armin van Buuren, Hardwell, Nicky Romero e Steve Angello. Avicii também se apresentaria, porém, devido a retirada de vesícula, teve que retornar à Suécia e Deadmau5 se apresentou em seu lugar.

Já em 2015, o palco Resistance foi introduzido ao UMF, dando espaço ao underground no festival, e essa edição teve cerca de 165.000 mil participantes, contando com um line-up sensacional com nomes como Adam Beyer, Dash Berlin, Eric Prydz, Hot Since 82, Martin Garrix, Skrillex e Sebastian Ingrosso. Em 2016 o evento foi nomeado como melhor festival de música eletrônica do mundo, através de uma pesquisa pela DJ Mag. Em 2017 o gênio Carl Cox foi nomeado como embaixador global da Resistance, organizando e supervisionando, inclusive, empreendimentos futuros para a marca.

Em 2018 a comemoração de 20 anos deste festival lindo foi em grande estilo: muitos fogos, efeitos visuais e palcos mais bonitos do que nunca, sem contar os DJs maravilhosos convocados para comandar o 20º aniversário do Ultra. Além de todas as surpresas preparadas pela organização do evento, teve uma que emocionou muitos viberz por aí: o retorno de Swedish House Mafia aos palcos desde sua última apresentação em 2013. Nessa edição, o UMF teve direito a mais de 165.000 mil pessoas no local do evento, mais 30 milhões acompanhando pela UMF TV, além da posição número um nas mais diversas redes sociais pelo mundo, através da hashtag #ULTRA20.

Para o ano de 2019, a 21ª edição do evento está confirmada para os dias 29, 30 e 31 de março, porém, esse ano a festa será realizada no Virginia Key Beach Park, que fica dentro da ilha de Virginia Key, e não mais no centro da cidade de Miami devido a algumas reclamações de ruído. De qualquer forma, o evento já anunciou grandes nomes da cena e promete mais uma edição incrível e cheia de vibez para os amantes de música eletrônica.

Ultra Music Festival Facts:

– O nome do festival foi inspirado no álbum “Ultra” da banda inglesa “Depeche Mode”, lançado em 1997;

O projeto Ultra Worldwide já levou o evento para mais de 20 países;

–  Madonna fez uma aparição surpresa na edição do ano de 2012 durante o set de Avicii, em apoio ao remix de sua música “Girl Gone Wild”;

– O UMF Brasil teve 6 edições: No ano de 2008 em São Paulo e Belo Horizonte, em 2010 e 2011 novamente em São Paulo, e em 2016 e 2017 no Rio de Janeiro.

Comments

comments