Em segunda passagem pelo Laroc, Ferry Corsten mostrou porque é um dos nomes mais aclamados do Trance mundial!

Written by on 12 de maio de 2019

Não é atoa que Ferry Corsten é um dos nomes mais populares do Trance mundial e, em sua segunda passagem pelo Laroc Club, ele nos mostrou o porquê.

Em um line-up formado por grandes nomes nacionais e internacionais do Trance, como Wrechiski, Danilo Ercole, RAM e Aly & Fila, não tinha nada mais, nada menos que muitas vibez a se esperar dali.

Relato 1#: Diego Palaci @palaci

“Um das melhores lines do Laroc, que proporcionam uma experiência incrível para as pessoas que vivem de trance. “

Com tracks lançadas pela Anjunabeats, Wrechiski mostrou para o que veio e aqueceu o público do club com passagens em músicas como “Thing Called Love” de Above & Beyond, mostrando que, sem dúvidas, aquele evento seria memorável!

A atração principal do dia, Ferry Corsten, entrou do melhor jeito possível e  mostrou que o amor à música vive em cada um ali presente. Tocando clássicos como Beautiful, Anahera e Gouryella, cada melodia, cada letra, tocou toda a galera presente, inclusive com um de seus recentes lançamentos, “Freefall” junto com Nevve.

Relato 2#:Wellington Andrade @wertwo

“Conheci o trance pelo Armin, e gostei da vertente, porque mexe com o seu espiritual e emocional. Conheci num momento muito difícil da minha vida e posso dizer com toda certeza que o Trance foi o que salvou minha vida!”

Na apresentação de Aly & Fila pudemos contar com um long-set incrível de 3 horas com o melhor do Uplifting e Progressive Trance, com breves passagens pelo Underground, mantendo a pista sempre no seu auge, com cada um ali aproveitando cada minuto, e finalizamos a noite com uma apresentação também memorável de RAM, com músicas como RAMsterdam, RAMelia e Concrete Angels. Só temos que falar que o Laroc se superou e, para os amantes de Trance, faltaram lágrimas!

Relato 3#:Muryllo Rastica @lordrastica

“Por volta de 5 a 6 anos atrás, não estava bem com nada na minha vida, me sentia a pior pessoa do mundo, nada que eu fazia parecia ficar bom, nem ser o suficiente. Eu tentei algumas vezes me matar de várias formas.. e sempre que eu ia fazer isso, colocava uma playlist de eletrônica pra tocar e coincidência ou não, todas vezes era “someone like you” do RAM que estava tocando e essa música sempre me fazia parar o que estava fazendo e pensar no que eu podia fazer ainda. Corrigir os meus erros e ser uma pessoa melhor. E quando ele surgiu atrás de mim na Laroc, a pessoa que fez eu me apegar a vida foi uma coisa simplesmente magnífica, ver a pessoa que deu um luz para alguém q só pensava em trevas foi de tirar do eixo… Algo inexplicável.. e poder falar isso pra ele ainda foi uma das maiores realizações que já fiz na vida.”

O Laroc mandou muito bem na escolha desse line-up e matou a saudade de muitos com um evento exclusivamente dedicado ao euro trance e o que nos resta agora é segurar as lágrimas,  emoção e aguardar ansiosos para a próxima!


Current track

Title

Artist