JØRD inicia nova fase de sua carreira e comenta lançamento de single com direito a clipe, em entrevista

Written by on 22 de maio de 2019

O jovem Jordan Malatto, a.k.a JØRD, mostrou que veio para ficar. O DJ e produtor segue com sua carreira em plena ascensão e promete continuar revolucionando a cena eletrônica nacional em 2019, tanto sonora, como visualmente.

Isso porque o artista decidiu investir em uma área ainda desconhecida na sua trajetória: a produção de um videoclipe. Seu novo single “So Wrong” ganhou um vídeo exclusivo, que conta sobre o autodescobrimento, com um conflito de emoções e sentimentos, de uma personagem chamada “Dex”, vivida por Nínive Kienteca.

“Eu nunca tinha participado de nenhuma produção de clipe, nunca tinha feito um, então isso me ajudou a ter uma noção de como é feito e poder dar minha opinião, mostrar meu posicionamento, tanto artístico quanto musical, na produção do clipe. Isso foi bem legal e eu pude passar a minha visão também e entender qual é a visão do diretor e o que a gente conseguiria passar pro público.”, disse o artista.”

A nova fase da carreira de JØRD não conta apenas com novos pontapés em questões audiovisuais. O ano de 2019 trouxe também uma repaginação estética do artista, com direito a novo corte e cor de cabelo, além de looks muito mais ousados e alinhados com a sua nova fase profissional.

“Nesse ano de 2019, a gente tá tentando elevar o nível das produções e tudo que eu tô tentando fazer hoje, a partir da So Wrong principalmente, vão ser músicas que eu vou poder mostrar mais do meu estilo, cada vez mais ter uma identidade mais forte e ser reconhecida facilmente também. E conseguir me conectar mais com meu público através do estilo das músicas que eu tô fazendo.

Eu acho que é um ano de muita mudança, repaginação e isso é legal porque instiga o meu fã hoje a querer me ouvir mais e ele saber que eu sempre vou tentar fazer coisas novas.”, conta.

Em entrevista para a VibezMag, O DJ contou um pouco de seu processo de criação e como imprime sua identidade musical, tão marcante em seus sons e que continua presente nessa nova etapa:

“A maior facilidade com isso de identidade é conseguir manter os sons que eu gosto de ouvir. E às vezes eu utilizo baixos com o mesmo tipo de processamento, às vezes tem um ouvido melhor pra saber que aquele baixo é minha cara ou não é, então acho que conseguindo trabalhar isso e no feeling também de sentir que aquilo que eu ouviria, que eu tocaria aquilo, acho que é essencial pra gente conseguir manter uma identidade e acaba que todas as músicas são diferentes, mas todas parecem minhas. Acho que eu me baseio muito nisso.”

E não para por aí, 2019 promete ser um ano muito agitado para o artista, com direito a minitour pela Europa, performance no Rock in Rio e collab com um DJ que ele considera um dos maiores do mundo. Estamos curiosos para saber quem é!

Curtiu essa entrevista? Então dê o play e adicione a “So Wrong” na sua playlist:

Tagged as

Current track

Title

Artist