Reviva com a gente os melhores momentos do Planeta Atlântida 2019

Escrito por: em 18 de fevereiro de 2019

Nos dias 1 e 2 de fevereiro a equipe da Eletro Vibez se deslocou até a SABA em Atlântida, no litoral norte do Rio Grande do Sul para fazer Vibez na 24º edição do Planeta Atlântida. O evento que é conhecido por ser o maior festival de música do Sul do Brasil viu sua edição de 2019 entrar para a história: 80 mil planetários passaram pelo festival na sexta-feira e sábado, levando assim ao sold out dos ingressos.

Apesar da forte chuva que caiu um pouco antes da abertura dos portões na tarde de sexta-feira e o “chove e para” no sábado, os viberz mantiveram o sorriso no rosto, cantaram e pularam acompanhando os mais de 40 artistas que circularam pelos três palcos do festival. Confira abaixo um pouco do que rolou na edição do Planeta Atlântida 2019:

Ao entrar na Saba, logo de cara, a gente tinha a visão dos Palcos Planeta, que na noite de sexta-feira recebeu o fenômeno Vintage Culture, DJ de apenas 25 anos que vem arrastando uma multidão de fãs por onde passa. Lukas Ruiz, deu o play inicial no seu set com uma de suas últimas tracks lançadas, a música “Save me”, em parceria com o também DJ e produtor Adam K (o qual já haviam produzido outro grande hit, a track “Pour Over”) e MKLA nos vocais.

Uma das bandas que marcou o público por várias edições do Planeta Atlântida foi o Charlie Brown Jr, para matar um pouco da saudade do eterno Chorão, Vintage Culture presenteou a todos com um remix da música “Céu Azul”. Para encerrar sua apresentação, Vintage soltou o remix da música “Manifesto”, a qual deixa a mensagem que é preciso ter união e respeito, independente de religião ou crença social.

Na noite do sábado, o palco Planeta recebeu o DJ Alok, responsável por fechar o evento com chave de ouro. Mesmo com o pé machucado, devido um incidente que ocorreu durante sua lua de mel, o DJ não ficou parado nem um segundo: dançou e agitou os planetários durante toda sua apresentação.

Um dos momentos mais emocionantes da noite foi quando Alok pediu para que todos os viberz acendessem as lanternas de seus celulares enquanto ele mixava tracks que faziam o público arrepiar a cada drop. O DJ fez todos tirarem o pé do chão quando soltou um remix da track “Fuego”, que foi criada originalmente em parceria com seu irmão Bhaskar. Ele também apresentou sua versão para a música “Ai, Ai, Ai”, da Vanessa da Matta e a track “Hear Me Now”, uma das músicas mais tocadas no ano de 2017.

Já no Palco Atlântida, na noite de sexta-feira, subiram pela primeira vez os DJs Daniel Ibeas e Rafael Waddington, conhecidos pelo nome artístico D-Groov. Os cariocas que vem acumulando fãs em várias regiões do brasil, já se apresentaram em diversos clubs e festas conhecidos nacionalmente, conquistando assim, cada vez mais seu espaço na cena eletrônica.

O duo de DJs agitou os planetários com suas tracks autorais, “Se a gente pode sonhar” e “Lose Control”​, em parceria com o DJ e produtor Lacosh,​ com o vocal de Magga​. Uma das novidades que o duo apresentou ao público durante o set foi a track “Se é pra ser”, que teve seu lançamento oficial no dia 15 de fevereiro e promete impactar as pistas.

Na última noite, os irmãos Lucas e Hugo Sanches, os meninos do Chemical Surf, encerraram as apresentações no Palco Atlântida. O duo reuniu uma multidão de gente na pista antes mesmo de subirem no palco, e a track escolhida para dar início ao show foi “I Don’t Care” que levou todos a loucura.

Quem prestigiou o show do Chemical Surf do início ao fim fizeram muitas vibez ao som das tracks “Hey Hey Hey”, “Girl On Fire” remix com LOthief, “Rockstar” e um de seus últimos lançamentos “I Wanna Do”, em parceria com Dubdisko.

Como de costume, nas duas noites do festival, planetários de diversos estados passaram pela Saba, e nós fizemos muitas Vibez no Planeta Atlântida 2019. Esperamos ansiosamente a próxima edição deste festival que nos acolheu e nos proporcionou experiências profissionais e pessoais únicas! Obrigada Planeta, nos vemos em 2020.

Vertentes

Current track

Título

Artista