#VibezIndica: M0B

Written by on 6 de junho de 2019

Sabe aquele DJ, produtor ou compositor que manda muito bem, mas que ainda está conquistando seu espaço na cena? Você acha que ele merece mais reconhecimento? Então você está no lugar certo! O #VibezIndica é novo quadro da Eletro Vibez, onde teremos um espaço de compartilhamento de artistas que merecem ser reconhecidos e ouvidos! E o escolhido para participar do décimo #VibezIndica é o M0B. Confere aí!

Experiente na cena, o mineiro Rafael Morato, mais conhecido pelo seu nome artístico M0B, trabalha como DJ e produtor desde 2005, quando se dedicava à produção de tracks voltadas ao trance. Com o passar do tempo e seu amadurecimento como artista, seu som foi transitando para um lado mais underground até se transformar por completo ao que conhecemos hoje: um som melódico e envolvente que passeia pelo Techno e House Music.

O nome do teu projeto tem alguma história por trás? Como se deu, e como surgiu a idéia de batizar o projeto com esse nome artístico?

M0B: MOB é um apelido de infância, relacionado baleia Moby Dick, mas como não sabíamos falar inglês, meus amigos escreviam “Mob” mesmo e só depois de adolescente eu descobri que escrito dessa forma a palavra significa máfia!

Quando surgiu?

M0B: Surgiu por volta de 2005 com o trance e assim foi por muitos anos, até que, naturalmente, o projeto foi migrando de estilo com o amadurecimento musical!

De onde nasceu a idéia do projeto? Você teve algum artista que te inspirou para começar a produzir ou teve algum outro motivo que te fez querer entrar nesse universo da música eletrônica?

M0B: Quando comecei não existia essa ideia de projeto, era por pura vontade de fazer música eletrônica. Já tocava como DJ há algum tempo, então foi algo natural. Fui muito influenciado por ícones da música eletrônica como Daft Punk, Chemical Brothers e Prodigy, por exemplo,  seguido pelos gigantes do trance Infected Mushroom, Astral Projection, GMS e outros!

Referências musicais e artistas que te inspiram?

M0B: Hoje em dia tenho inspiração de várias fontes diferentes que vão desde artistas gigantescos como Black Coffee, Solomun, Daft Punk, Depeche Mode, Coldplay até novas bandas em ascensão, como Bob Moses.

Como você definiria o som que você produz?

M0B: Segundo a segmentação do mercado, meu som é Melodic House & Techno

Como funciona seu processo criativo?

M0B: Não tem regra, eu simplesmente começo a brincar com algum synth e a música vem. O que eu acho mais importante é não ter pressão… só deixar vir!

Qual o seu setup de produção?

M0B: Meu estúdio é bem complexo e tem muitos equipamentos que eu, praticamente, uso todos, sempre. Mas tudo começa com um dos meus Moog’s. É por eles que eu começo as minhas produções.

Durante seu set, é possível ouvir quais tipos de músicas?

M0B: De forma geral, Melodic House & Techno, mas dependendo do lugar e da hora pode ser mais agressivo e energético ou pode ser mas lento, mais hipnótico com pitadas de Afro House e outros estilos que derivam do House e/ou do Techno!

Cite algo que você ama na música eletrônica.

M0B: O que mais me atrai na música eletrônica é a capacidade de ser entendida e sentida por todo mundo, sem muitas vezes dizer nenhuma palavra. Não importa sua nacionalidade, cultura, cor, orientação sexual ou religião… todos entendem, dançam e se divertem!

Conta pra gente sobre as suas produções que estão sempre nos tops das vendas:

M0B: Minhas produções constantemente estão entre as 100 mais vendidas do mundo, junto com gigantes como Solomun, Adana Twins, Artbat, Adriatique e outros. Aqui no Brasil a cultura é free download, mas em nível global vendas são muito importantes para se ter o respeito da comunidade dos produtores, por isso fico muito feliz por esses resultados.

SIGA O M0B POR AÍ: FACEBOOK | INSTAGRAM

Tagged as

Current track

Title

Artist