#VibezIndica: Pleight

Written by on 16 de maio de 2019

Sabe aquele DJ, produtor ou compositor que manda muito bem, mas que ainda está conquistando seu espaço na cena? Você acha que ele merece mais reconhecimento? Então você está no lugar certo! O #VibezIndica é novo quadro da Eletro Vibez, onde teremos um espaço de compartilhamento de artistas que merecem ser reconhecidos e ouvidos! E o escolhido para participar do sétimo #VibezIndica é o Pleight. Confere aí!

Eduardo Banzoli a.k.a Pleight, está na cena há três anos e vem explorando desde então um Tech House bem dançante e animado, sob influência e inspiração de artistas como Chris Lake, Gabe e Bruno Furlan. Além disso, já tem lançamentos em grandes gravadoras, como a Loulou Records, e muita música nova programada para esse ano! Anote esse nome que é sinônimo de vibez na certa!

De onde nasceu a idéia do projeto? Você teve algum artista que te inspirou para começar a produzir ou teve algum outro motivo que te fez querer entrar nesse universo da música eletrônica?

Pleight: Sem dúvidas o Martin Garrix me inspirou e me inspira muito. Um dia, navegando pelo YouTube, eu acabei caindo em um vídeo do Martin Garrix no Ultra Miami e acabei vendo o set inteiro e pensei comigo “quero fazer isso”!

Referências musicais e artistas que te inspiram?

Pleight: Sou muito fã do Martin Garrix, Chris Lake, Gabe, Rocksted, Green Velvet, Bruno Furlan, sem contar a galera que me ajuda de “perto”, como Dakar, Bessmaze e, claro, meu professor Viking.

Como você definiria o som que você produz?

Pleight: Acho que um Tech House feliz pra galera dançar.

Como funciona seu processo criativo? As tracks são escritas por alguém específico?

Pleight: Eu não faço ideia do que passa pela minha cabeça quando estou produzindo, mas quase sempre eu começo minhas músicas pelo drop ou, normalmente, por algum vocal que eu encontrei.

Qual o seu setup de produção?

Pleight: Eu tenho apenas um par de Yamahas hs5 e uma focusrite scarlett 2i2.

Durante seu set, é possível ouvir quais tipos de músicas?

Pleight: Artistas que sempre vão ter no meu set são Chris Lake, Gabe, Rocksted e o meu som, é claro. hahahaha

Cite algo que você ama na música eletrônica:

Pleight: Acho que o que eu mais amo na música eletrônica é o fato de conseguir transmitir um sentimento para as pessoas sem precisar ter necessariamente um vocal na música, sem ao menos precisar falar nada. Isso é incrível!

SIGA O PLEIGHT POR AÍ: FACEBOOK | INSTAGRAM

Tagged as

Current track

Title

Artist