Por Alexander Popov

After packs: Como funcionam os redutores de danos pós-festa que estão entrando na moda?

Última atualização:

A gente entende, nem sempre é fácil ser inimigo do fim. Quando o dia está amanhecendo e você se junta ao coro do “eu não vou embora”, já sabe que o dia seguinte — e talvez os próximos também — serão vividos a duras penas.

Sendo você rei do after ou um clubber mais contido, uma coisa terá de concordar: é praticamente impossível sair 100% ileso de uma noite de festa, ou pior, dias de festivais. Ainda que de forma mais leve, o corpo sempre cobra a quantidade de hormônios e descargas de energia liberadas e aquela clássica sensação de peso dos membros e cansaço mental abate até o mais responsável dos festeiros, ou pelo menos, abatia.

Já bem conhecidos na Europa desde o início dos anos 2000, os After Packs têm conquistado cada vez mais adeptos no Brasil nos últimos tempos, principalmente após o retorno dos eventos. Mas afinal, como funcionam essas cápsulas mágicas que prometem restaurar toda a vitalidade distribuída pelas pistas em uma noite intensa? Pra começar a entender o poder dessa solução sobre o organismo, é preciso primeiro estar ciente de que não se trata de mágica, mas sim de ciência.

Compostos essencialmente de vitaminas, minerais e outros elementos que induzem a produção dos neurotransmissores responsáveis por sensações de bem-estar, como a serotonina e dopamina, os After Packs agem na antecipação da abstinência dessas substâncias. Geralmente a indicação é de que o consumo seja feito após a festa, antes de dormir, para que esse reabastecimento seja feito de forma gradual, durante o sono. Alguns dos principais ingredientes encontrados na fórmula desses produtos são: triptofano e fenilalanina, que estimulam a produção de serotonina, dopamina e noradrenalina; Vitaminas A, B12, B6 e C, cobre, ferro, selênio e zinco, antioxidantes que auxiliam no funcionamento do sistema imune.

Resumindo de forma simples, os After Packs agem na reposição de perdas de vitaminas, minerais, hormônios naturais e outras substâncias que o corpo precisa para se manter em pleno funcionamento, mas que utiliza em excesso durante atividades muito intensas, como uma festa, mas não só isso. Os After Packs também podem ser utilizados para a recuperação após horas de exercícios físicos ou atividades que exigem altos níveis de concentração e possam gerar desgaste mental.

No Brasil, já existem alguns produtos nessa linha, e um dos que possuem uma das fórmulas mais completas é o recém chegado ao mercado, TripTo. Produzido a partir de complexos naturais que não agridem o organismo, possui alta dosagem de triptofano, aminoácido essencial para o combate da sensação de estresse, fadiga e tristeza. Também conta com componentes que estimulam a produção de melatonina, auxiliando em horas de sono mais saudáveis e revitalizantes.

Com uma lista tão extensa de benefícios, você deve estar se perguntando: existe alguma contra-indicação? Cientificamente falando, os After Packs são apenas contra-indicados para gestantes, lactantes e pessoas abaixo dos 18 anos.

No entanto, apesar de o produto em si não possuir efeitos colaterais, as substâncias lícitas e ilícitas usadas em festas possuem. Portanto, é sempre importante lembrar: After packs reduzem danos, mas não os extingue completamente. Evitar exageros e curtir a noite com consciência também são essenciais, não apenas para um dia, mas para uma vida pós-festa plena e saudável. 

Fique de olho no Instagram da TripTo, onde sempre aparecem dicas da melhor forma de utilizar seu after pack com responsabilidade e garanta o seu aqui.

Por Louise Lamin