Álbuns-que-marcaram-a-cena-eletrônica-em-2012-

Álbuns que marcaram a cena eletrônica em 2012

TRACK DA SEMANA:


2012 foi o ano do Progressive House e do Electro House, e para relembrarmos essa era de ouro, listamos aqui 6 álbuns memoráveis!

Eric Prydz Presents Pryda

Lançamento: 21 de maio de 2012

Com 36 tracks, Eric Prydz apresentou ao mundo o seu alias Pryda, com um álbum bem a frente do ano, com músicas progressivas e melodicas. O álbum é uma verdadeira viagem, que precisa ser apreciado na ordem de sua tracklist, como destaque para “Shadows”, “Sunbrust”, “You”, “With Me” e “Mirage”!

deadmau5 – album title goes here

Lançamento: 21 de setembro de 2012

Vivendo o auge de sua carreira, esse foi o seu sexto álbum de estúdio. Progressivo, introspectivo e genial! O álbum alcançou o top 1 nos EUA e Reino Unido, e foi super aclamado positivamente pela crítica. The Velvet, October, Channel 42 são alguns dos destaques dessa obra prima que você precisa ouvir novamente!

Zedd – Clarity

Lançamento: 2 de outubro de 2012

Dançante e energético, o primeiro álbum de Zedd o projetou com força máxima na cena eletrônica. A faixa-título contou com vocais emocionantes da britânica Foxes, foi um verdadeiro sucesso que alavancou as demais tracks do álbum, que passeia bem pelo Electro House e Pop da época.

Swedish House Mafia – until now

Lançamento: 22 de outubro de 2012

Apesar do anúncio da separação do trio ter acontecido em junho de 2012, os suecos lançaram o álbum em formato de compilação de seus maiores hits. Esse é o álbum perfeito para você se arrepiar do começo ao fim, já que reune as colaborações mais icônicas do trio, sendo elas com Alesso, Knife Party, Coldplay e Pharrell Williams.

Calvin Harris – 18 months

Lançamento: 26 de outubro de 2012

O terceiro álbum de estúdio do escocês foi um verdadeiro marco em sua carreira! As colaborações com Rihanna, Ellie Goulding, Florence Welch, Ne-Yo, Tinie Tempah, Kelis e mais, alinhadas as suas produções de alto nível consagraram de vez a carreira do artista. O álbum teve 2 músicas nominadas ao Grammy e um marco nos charts do Reino Unido, se tornando o primeiro álbum com 10 músicas no top 10!

Flume

Lançamento: 9 de novembro de 2012

Intitulado com o seu próprio nome, o álbum de estreia do australiano Flume abriu sem dúvidas o caminho na cena para ele. A presença de vocais em todo o álbum, o uso consistente de samples, muitas colaborações, e muitos elementos viciantes, fizeram do álbum de 15 tracks um verdadeiro sucesso na época, levantando muitos debates acerca do som que ele produzia! Até os dias de hoje, o seu som é considerado único!

Se emocionou com essa sessão nostalgia? Te trouxe boas lembranças? Então compartilhe!