eric prydz alias projetos paralelos eletrovibez
Foto via divulgação

Alter-egos ou alias: conheça 5 grandes DJs que possuem projetos paralelos!

Última atualização:

Já foi em alguma festa e ao chegar no palco deu de cara com um DJ conhecido, tocando outra vertente de música eletrônica e com outro nome? Bugou né?! Calma que a gente te explica! Isso acontece quando um DJ cria um outro nome para lançar músicas de outras vertentes, fenômeno mundialmente conhecido como “alias” ou “alter-egos”.

Não é de hoje que muitos DJs e produtores se aventuram com projetos paralelos, isso é bem usado quando artistas já consagrados em vertentes específicas, são instigados a usarem sua criatividade, mas sem interferir no som já aclamado pelo público. E para você ver como isso é mais comum do que possa imaginar, conheça agora 5 DJs que se encaixam no que estamos falando:

Eric Prydz

Para começar a lista, ninguém melhor que o gênio Eric Prydz e seus inúmeros projetos paralelos! Como Pryda, ele atua como Progressive House vindo diretamente da quinta camada da deep web, já como o som do Cirez D ele aposta no Techno. Como Eric Prydz ele mantém o Progressivo com uma pitada de Dance. Já o projeto Moo passeia pelo Deep House enquanto o mais recente Tonja Holma, possui um som cheio de grooves e Disco Music!

David Guetta

Mundialmente conhecido por seu som mainstream puxado para o Electro Pop, em 2018 David Guetta surpreendeu toda a indústria da música eletrônica ao revelar seu alias Jack Back, seguido de uma mixtape de 12 tracks cheias de House e Disco music!

Em uma entrevista à BBC, Guetta revelou ao Pete Tong que esse projeto representa o “círculo completo”, ligando seu último álbum “7” ao “Jack Back” voltando a suas origens da house music!

“Eu comecei na cena underground da house music, tocando em raves e clubs undergrounds de Paris” comentou Guetta.

Deadmau5

Outro talento que vem se aventurando na cena underground há tempos é o Deadmau5. O rato mundialmente conhecido por suas tracks de progressive house, já havia lançado uma track de Techno pela gravadora do Richie Hawtin, mas somente agora em 2019 lançou  oficialmente o projeto Testpilot, que surfa por ondas fortes do hard techno. Ouça o set exclusivo lançado pela BBC:

Armin van Buuren

O mito Armin van Buuren, além de ser muito versátil em suas produções que passeiam pelos mais diversos bpms do trance, também possui um projeto paralelo, que teve início em 2000. A princípio, GAIA era um alias do Armin, feito para produzir algumas track de Trance desvinculado com o mainstream.

Em 2009 o também holandês Benno De Goeji se juntou ao projeto como co-produtor. Em 2014 fizeram suas primeiras apresentações como GAIA, sendo uma no Ultra Miami e outra durante o ADE. O projeto se apresenta raramente em festivais, pois segundo o eles, a ideia é que as apresentações do GAIA sejam únicas. Em 2018 GAIA retornou ao ADE para uma apresentação exclusiva que se esgotou minutos após a liberação das vendas!

Skrillex

Nem só de dubstep é feito o Skrillex, não é mesmo? Em 2012, Skrillex deu início ao Dog Blood com Boys Noise, projeto mais voltado para Future Bass / Trap que só voltou a entrar em ação em 2019, durante apresentação única no Ultra Miami.

Em 2013 Skrillex se juntou com Diplo no projeto de Electro Pop Jack Ü, onde fizeram sua primeira apresentação juntos no Ultra Miami 2014 e em 2015 lançaram o único álbum da dupla, cujo os sucessos são enaltecidos até os dias de hoje.

Sendo mantido em segredo ou não, esse caráter secundário que os artistas adotam, tendem sempre passear por sons mais experimentais e totalmente diferentes da zona de conforto, mas sem interferir na imagem já consagrada!

Curtiu conhecer mais sobre esses grandes DJs e seus alias? Além desses nomes, também fizemos aqui uma breve lista de outros produtores e seus alter egos:

Arty (Progressive House) e Alpha 9 (Trance)

Afrojack (Big Room), Kapuchon (Tech House), 

Oliver Heldens (Future House) e HI-LO (Tech-House)

Don Diablo (Future House) e Big Pineapple (Tech-House) – Ainda não confirmado por ele.

Porter Robinson (Future Bass) e Virtual Self (Hardcore Techno e Drum’n’Bass)

Knife Party (Dubstep) e Pendulum (Drum’n’Bass)

Diplo (o que der vontade), LSD (Electro Pop) e Major Lazer (Electro Pop)

Maceo Plex (House) e Maetrik (Techno)

Giuseppe Ottaviani/Solarstone (Trance) e Pure NRG (Trance)

W&W (Bigroom) e NWYR (Trance)

Ferry Corsten (Trance) e Gouryella (Uplifting Trance)

Dillon Francis (Trap) e DJ Hansel (House)

Feed Me (Electro/Dubstep) e Spor (Drum n bass)

Flume (Electro Pop), Emoh Instead (Electro/Trap) e What So Not (Trap/House)

Martin Garrix = Ytram/GRX/AREA 21

Nicky Romero = Monocule

Tiesto = VER:WEST

W&W = NWYR

Calvin Harris = Love Regenerator

KSHMR = DREAMZ

Purple Haze – Sander van Doorn