entrevista bruno be musica hot sun filha hub records
Na foto: Bruno Be via redes sociais

Bruno Be comenta sobre ‘Hot Sun’, track inspirada em sua filha e lançada pela Hub Records

Carreiras se notabilizam por momentos. Muitas vezes, pelo sucesso, pelo apoio popular, pela esperança de que os grandes centros te notem. Ainda assim, de que valeriam os momentos sem ter alguém com quem compartilhá-los?

Foi assim que Bruno Be, um expoente nacional do House, construiu seu novo som, a ‘Hot Sun’. Para alguém que mudou o sentido de seus dias e que o fez entender que o sucesso também mora dentro de casa. Conheça essa história de vida e música.

Extremamente versátil e capaz de produzir estilos e vertentes dentro de um mesmo set, Bruno descobriu, em uma apresentação, que precisaria homenagear alguém com uma música só pra ela. Ele nos contou com exclusividade como foi esse momento:

(…) quando eu tocava a “Best Friends” e colocava imagens da minha filha no telão, porque é uma música que ela ama e tem um significado para nós dois, resolvi que um dia iria fazer uma música 100%, do inicio ao fim, pra ela. Desde a letra, produção, clipe e até a arte da capa.”

Filha. Uma pequena porção de um amor sem fim que trouxe ao Bruno a inspiração para ir além e produzir algo que vá além da pista, das métricas ou objetivos da indústria.

Ela é a melhor coisa que me aconteceu. Desde que ela nasceu, salvou minha carreira, me deu foco, algum motivo para trabalhar. E esse ano, principalmente, que ela tá virando uma mocinha, foi a hora de a gente lembrar todos esses sete anos que passamos juntos”.

A composição da letra, que ganhou os vocais do britânico Tom Bailey, é uma linha do tempo do Bruno pai com suas memórias mais queridas.

Praticamente todo trecho me lembra de alguma coisa em específico, mas existem algumas em especial, como por exemplo: “Sky is dull, but when you’re here I never care”, que significa “Quando ela está junto comigo, mesmo nos momentos difíceis, tudo fica melhor”. Ou “You’re the one to make life work, in this world”, que significa que ela é o motivo de eu estar bem, trabalhando, feliz e tendo um ideal”.

Ele lembrou, ainda, sobre como sua vocação de ser pai é um exercício de dar à filha o que ele, Bruno, não recebeu.

Eu acho que (o relacionamento com a filha) é proporcionalmente inverso ao tipo de relacionamento que eu tive com o meu pai. Da ausência dele, de poucas lembranças boas que eu tenho. Por mais que ele tenha morado perto, por escolha, ele não foi tão próximo.

Então, eu fiz questão de garantir que a minha filha crescesse sem ter as mesmas inseguranças e problemas que eu tive, pela falta que o meu pai me fez. Eu sou o mais presente possível na relação com a minha filha. Eu me cobro muito e dou toda atenção que eu posso. E eu quero que, quando ela cresça, ela se lembre que eu sempre estive perto e sempre fiz o máximo pra estar junto, tendo uma boa relação com a mãe dela e com todo mundo que estivesse em volta dela”.

O relato emocionante de um coração que se permitiu colocar amor de verdade em um som, em um projeto, de alguém que se deu a chance de produzir com o coração e que agora nos presenteia com essa imersão em sentimentos tão bonitos através de acordes, beats e muita emoção.

Clique aqui para ouvir a ‘Hot Sun’ na sua plataforma preferida e, claro, não deixe de espalhar essas boas vibez por aí!

Kronosslot -

Casinomaxi güncel giriş

-
Betpark casino
- Cratosslot yeni giriş -
Goldenbahis giriş
- Kingbetting giriş -

mobilbahis

-
instagram şifresiz begeni hilesi
- pera-bet.com - betsat casino