entendendo os generos house e techno
Foto via divulgação

Entenda mais sobre Techno e House Music

vibezmag

Mas afinal, como surgiu esses dois gêneros tão presentes na música eletrônica? Vamos entendê-los!

House Music

O House Music surgiu por volta de 1980, derivada da Disco Music, e serviu de base para as variações sonoras que conhecemos hoje como: Trance, Techno e, claro, todas as subvertentes como: Progressive House, Tech House, Deep House, entre outras.

Caracterizado por transitar entre 126 e 130 BPM, com batidas 4 por 4 em uma sequência contínua, o House teve seu início no aclamado club de Chicago “The Warehouse”, pelo DJ Frankie Knuckle.

Segundo os resquícios históricos, os frequentadores do club procuravam pelos discos nas lojas de vinil da seguinte maneira: “Aqui tem aquele disco que toca na Warehouse?”,  a procura foi tanta que até uma sessão especial foi criada com o nome de “As Heard At The Warehouse” (Ouvidas na The Warehouse). Mas, com o tempo, o nome da sessão sofreu modificações e acabou sendo encurtado para ‘House Music’, que logo ganhou força entre os ouvintes do estilo.

Os novos elementos musicais, os novos arranjos e esse ritmo mais dançante que nós amamos, com o passar dos anos e com a evolução da tecnologia, foram se popularizando de uma forma acelerada, que hoje já perdemos as contas de quantas subvertentes ganhou. E isso tudo se deve à propagação que a House Music teve durante o fim dos anos 80 e toda a década de 90.

Techno

mister ruiz

O primeiro uso registrado da palavra Techno, em referência a um gênero específico de música eletrônica, foi em 1988, em Detroit, Michigan, nos Estados Unidos.

Hoje em dia, existem diversos outros estilos ramificados desta vertente, mas o Techno de Detroit é visto como a base sobre a qual uma série de subvertentes foram construídas.

O nome “Techno”, identificava, naquela época, todas as músicas que eram feitas exclusivamente por computador, e assim, sem fazer uso de instrumentos musicais tradicionais. O estilo das tracks é geralmente repetitivo e instrumental e o BPM tende a variar entre, aproximadamente, 120 a 150, dependendo do estilo de Techno.

O componente rítmico central é, na maioria das vezes, em tempo comum (4/4), onde o tempo é marcado com um bass drum em cada quarto de nota, um backbeat tocado através de snare ou de claps nos tempo 2 e 4, e um open hi-hat a cada 8 notas.

Muitos produtores usam dispositivos musicais eletrônicos retrôs para criar o que eles consideram ser um som autêntico de Techno, mas vale lembrar que Techno não são só as músicas que só usam os computadores, mas sim as que aproveitam seu imenso espectro de sons artificiais.