djs future house sub vertente

Future House: Conheça os principais DJs dessa subvertente

TRACK DA SEMANA:


O Future House surgiu por volta de 2010 no Reino Unido, e pode ser considerado um resultado do Electro House com outros elementos e técnicas do Big Room.  Com o sucesso internacional de músicas como “Gecko (Overdrive)” de Oliver Heldens, “AnyTime” do Don Diablo e “After Life” de Tchami, essa subvertente se tornou amplamente reconhecida pelo público em 2014/2015. 

O Future House tem um som mais sintetizado, com linhas de baixo marcadas e uma melodia com sons que lembram piano, além do uso de muitos sintetizadores que lembram o French House e vocais inspirados em músicas dos anos 90.

Também caracterizados por ter uma “queda” ou um som “metálico” (como se vários metais e percussões com diferentes escalas musicais estivessem sendo manipulados de maneira musical). 

Com as batidas entre 120 a 128 por segundo, sendo mais comum por volta de 125 BPM, outra característica desse som, é que ele tem linhas de baixo muito marcadas, podendo ser confundido com o Bass House. Para conhecer mais sobre o gênero, separamos 10 DJs que são referências nas pistas pelo mundo afora:

Retrovision 

Com pouco tempo na cena, esse DJ francês vêm mostrando toda sua identidade e seu talento em suas produções. Sua música original e seus remixes não receberam apenas suporte de centenas de milhares de fãs na internet, mas também por alguns dos mais famosos e respeitados DJs do planeta, que recentemente tocaram suas músicas no EDC Las Vegas, Ultra Music Miami e SiriusXM Festival.

Com pouco tempo de carreira mas com muita bagagem, Retrovision imprime sua marca por onde passa, com produções excelentes e popularizando o gênero cada vez mais.
Uma das músicas mais tocadas nos sets de muitos DJs, a track “Get Down” é uma das mais populares do gênero, fazendo com que ninguém fique parado quando toca.

Keanu Silva

O alemão que começou a produzir após assistir uma apresentação do lendário Laidback Luke, viu a sua carreira chegar ao estrelato após o lançamento do seu remix para “Pump Up the Jam”, música famosa na década de 90.

Desde então, Keanu Silva não parou e continua lançando músicas de sucesso, muitas colaborações com grandes nomes do cenário. Uma deles, junto com sua grande inspiração, que é o Laidback Luke, com a música “Oh Yes (Rockin’ With The Best)”, a qual você confere abaixo:

Mr. Belt & Wezol 

Vindos de Delft, na Holanda os amigos próximos e amantes da música, Bart Riem e Sam van Wees, formam o Mr. Belt & Wezol, uma dupla de DJ que combinam diferentes elementos de House para criar faixas energéticas e cenários que movimentam as pistas.

Autores de um som único que surge impregnado de vibrações clássicas e talvez melhor retratado com sua primeira faixa conjunta, “Homeless”, lançada em 2013. Hoje figuram entre os principais nomes dessa subvertente.

Embora os dois sejam influenciados pela House Music dos anos 80 e 90, eles optam por formular suas faixas em torno da estrutura das canções pop padrão. Ao fazê-las, eles criaram um novo espaço para si mesmo dentro da comunidade do Future House, que lhes rendeu o reconhecimento de diversos DJs. Recentemente lançada pela gigante Spinnin’, a track “One Thing”, mostra toda a identidade da dupla:

Mesto 

Ele que começou a tocar bateria aos 11 anos, logo descobriu uma paixão por fazer sua própria música. Depois de um tempo ele se interessou pelo Deep House e Future House. Com uma pequena ajuda do YouTube, ele aprendeu sozinho a fazer seus próprios sons extraordinários e recentemente esses sons foram notados por Martin Garrix. Juntamente com Garrix e Justin Mylo, Mesto começou 2016 com o lançamento de “Bouncybob”. 

Após isso foram mais de 10 lançamentos, a maioria pela Spinnin’. O DJ de apenas 19 anos está a caminho de se tornar um produtor bem conhecido na cena, com sons que serão ouvidos em todo o mundo. No single “Give Me Love”, lançado em julho de 2018, podemos ver todo o talento de Mesto:

Brooks

O produtor holandês Brooks criou um nome sólido para si mesmo com uma seleção de tracks originais e remixes que chamaram a atenção de muitos. Brooks conseguiu se destacar e ganhar reconhecimento com seu estilo inovador de Future House melódico. Por sua contribuição para a cena até agora, Brooks acaba de ganhar pela rádio SLAM! o prêmio de Melhor Talento.

Com artistas como Martin Garrix e David Guetta defendendo Brooks como um dos seus DJs favoritos para os próximos meses e além, é evidente que este é um jovem produtor que está destinado a fazer uma marca proeminente na cena da música eletrônica. Lançada no começo desse ano a música “Better When You’re Gone” que conta com parceria de David Guetta e com vocais da dupla americana de pop Loote é um dos sucesso de Brooks. Confira:

Mike Williams

Mike Williams é conhecido como um artista super versátil, apaixonado e fascinado pela música desde os 12 anos de idade quando aprendeu a produzir música. Mas somente em 2015, ele ganhou mais destaque com seu remix de “I Really Like You”, de Carly Rae Jepsen, que foi tocado no SoundCloud mais de três milhões de vezes. Posteriormente, Williams assinou um contrato com a Spinnin’. Ele também foi contratado pela Musical Freedom, para lançar um single com Tiësto, chamado “Sweet & Sour”. Desde janeiro de 2017 ele dirige seu próprio programa de rádio chamado Mike Williams on Track.

Atualmente um dos principais nomes do Future House, o holandês de 22 anos segue sempre lançando músicas que são sucesso mundo afora, além de ser presença constante nos maiores festivais do mundo. No início de 2018, ele publicou em colaboração com o DJ holandês R3hab o single “Lullaby”, sendo esse um dos seus maiores sucessos, que você pode conferir abaixo:

Lucas & Steve

Lucas de Wert e Steven Jansen tinham alguns anos de experiência em clubes antes de começarem a colaborar sob o nome Lucas & Steve em 2010. A partir de 2011, eles começaram a lançar digitalmente faixas de House e Future House em selos independentes. Assinaram com a Spinnin’ em 2014, o que aumentou consideravelmente o perfil deles. 

Eles adotaram o som de Future House incorporando guitarras exuberantes em suas músicas energéticas e prontas para os festivais. Atualmente um dos maiores nomes da Spinnin’, Lucas & Steve exibem cada vez mais sua originalidade nas tracks que lançam, fazendo com que sejam hoje uma das referências do Future House. No single “Up Till Down” podemos notar a energia que transmitem por ela.

Tchami

Considerado como um dos fundadores do Future House, o produtor e DJ francês é tido por muitos como o que iniciou essa subvertente. Ele começou a usar o termo “Future House” como uma tag em seus posts no SoundCloud, e após isso o termo cresceu e virou o que é hoje, sendo até um estilo próprio no Beatport. A track “Promesses” foi lançada em 2013, quando ainda não exista o termo “Future House”, pelo francês Tchami, e é considerada um dos grandes pontos iniciais do gênero.

Além disso, possui também uma gravadora que é a Confession, porém com mais foco em Bass House. Confira então uma das tracks que definiu o auge de sua carreira, “After Life”:

Oliver Heldens

Oliver Heldens é considerado uma das figuras principais do Future House dos últimos tempos. Enquanto ele incorpora elementos de vários estilos de dance music, incluindo Techno e Breakbeat House, suas faixas mais conhecidas, incluindo o single de 2014 “Gecko”, combinam Deep House com Big Room e Progressive House. 

Suas faixas produzidas sob seu próprio nome tendem a ser melódicas, mantendo uma borda funky. Além do Future House, desde de 2015 ele vem lançando tracks com uma pegada Tech House sob o alias de HI-LO.

Atualmente ele possui sua própria gravadora chamada Heldeep Records, que têm como foco o Deep House e Future House, fazendo com que novos nomes apareçam para o mercado da música. Abaixo você confere a música “Gecko” que é chamada de hino do Future House, que fez com que Oliver Heldens ficasse reconhecido mundialmente.

Don Diablo

Don Diablo é uma das forças pioneiras do Future House. Ele foi recentemente nomeado o produtor que possui mais suporte de outros DJs segundo a 1001 Tracklists e é chamado de fundador do Future House por muitos sites. Um fenômeno indiscutível, Don têm uma média de mais de 8,5 milhões de ouvintes mensais no Spotify, tornando-o um dos 300 artistas mais ouvidos na plataforma, com mais de meio bilhão de execuções até o momento. 

Lançada em 2015, ele possui uma gravadora exclusiva de Future House chamada HEXAGON que ganhou o prêmio de Melhor Novo Selo no Beatport por ter o top 10 em seu primeiro ano, enquanto Don também foi creditado como “o artista de House e Future House mais vendido de todos os tempos”.

Seu programa de rádio HEXAGON é atualmente transmitido em mais de 35 países no mundo todo e ocupa uma posição semanal no top 10 da seção de podcasts do iTunes toda semana. Assim como na maioria de suas músicas, onde o vocal é marcante e a batida deixa ninguém parado. No single “Cutting Shapes” de 2016, uma das mais famosas do holandês, podemos notar a marca registrada do produtor, drop dançante para mandar passinhos de Shuffle:

E aí, curtiu? Já conhecia esses artistas? Tem mais algum artista que você acha que deveria estar nessa lista? Conta pra gente!