Foto via assessoria

Liu e JØRD lançam “Ai Papi”, collab que foi destaque no Rock in Rio

Última atualização:

A música “Ai Papi”, collab entre os renomados DJs/Produtores Liu e JØRD, foi lançada na última sexta-feira (2) nas plataformas de streaming. Com poucos dias desde o lançamento, a nova faixa da HUB Records já ultrapassou a marca de 100 mil streams e é promessa de sucesso nas pistas de música eletrônica.

Para carimbar um ótimo começo da faixa, no primeiro domingo do Rock In Rio, em apresentação no palco New Dance Order, Liu convidou seu parceiro de colaboração para um momento especial: tocaram juntos pela primeira vez a nova track para um grande e diverso público, daqueles que já curtiam o palco eletrônico desde mais cedo e de outros, que deixavam o Palco Mundo após show do headliner do festival, Justin Bieber.

A recepção da pista foi a esperada, com muita dança e vibrações lá no alto, após um domingo de muita festa na Cidade do Rock. Além do set principal, o after de Liu e JØRD também foi animado, com presença de astros da música para animar a madrugada, tais como Dilsinho, Juliette e Lost Frequencies.

Quando se fala na nova track, estamos tratando de um trabalho feito por dois sucessos consolidados na cena brasileira. Vindo de Belém do Pará e com grandes releases desde 2017 – tais quais “Everybody Wants To Party” (2021), com o duo Dubdogz e “Losing” (2017), com o gigante Vintage Culture .

Jordan Malato (JØRD) vem passando por grande fase após o massivo remix para “Amarelo, Azul e Branco”, da dupla ANAVITÓRIA. Ainda que não tenha chegado ao Spotify, o remix recebeu grandes suportes em festivais mundo afora, de nomes como Tiësto. 

Agora, em inédita colaboração com o paulista Christian de Almeida (Liu) – dono de hits massivos do escopo de “Nave Espacial” (2018) e “Don’t Look Back” (2016, quando foi apadrinhado por Alok) e sucesso incontestável da cena brasileira há mais de 7 anos –, ambos os produtores dão um novo passo na reverberação de suas sonoridades por toda a extensão do país, arriscando a gringa,  enquanto a cena local anda em consonância com o internacional da música eletrônica e se mantém com o ritmo sonoro alinhado à tendência do momento, o Tech House.

O blend sonoro dos talentos nacionais resulta nessa tendência que vem se tornando o Tech House projetado para as pistas de dança, no caso de “Ai Papi”, com vocais latinos e um sample icônico, que é um tiro certeiro nas pista, e é o que a dupla busca daqui para frente com a mais nova música.

Por Davi Maia