O que é Tech House e como essa se tornou a subvertente mais popular da música eletrônica atual

Última atualização:

Dançante, pra frente, animado e rítmico – o tech house, que nasceu nos anos 90, vive hoje seu auge de popularidade no cenário eletrônico. A subvertente transbordou seu nicho e conquistou o mercado mainstream da Dance Music, substituindo o Big Room como som dominante nos mainstages dos grandes festivais.

Quando e como o Tech House surgiu?

Para começarmos a entender o que a subvertente se tornou hoje, precisamos voltar um pouco à sua origem. 

O Tech House vem dos anos 90, na cena underground do Reino Unido, quando alguns DJs misturavam tracks de techno e de house em seus sets. Até que o DJ/Produtor Eddie Richards começou a produzir um som que unia ambos universos.

Eu queria fazer algo que não fosse tão vocal e nem tão techy – era algo ali no meio-termo que tinha groove e linhas de baixo”, comenta Eddie Richards.

E então, em 1994, outro grande nome pioneiro chamado Terry Francis lançou a primeira festa de Tech House chamada Wiggle, que tinha uma pegada irreverente e sem julgamentos.

Legenda: Lançada em 1996, “Gobstopper” é uma das primeiras produções Tech House

A partir daí, a subvertente foi ganhando popularidade e o negócio realmente virou quando a sonoridade chegou em Ibiza, especificamente no club DC-10, que é a sede icônica da festa Circoloco.

Depois de Ibiza, o Tech House foi sofrendo transformações na sua estrutura, se tornando cada vez menos um som purista e intimista, e cada vez mais uma música com punch, para grandes audiências. Era a comercialização da subvertente tendo o seu efeito.

Dos anos 2000 em diante, nomes como Loco Dice, Marco Carola, Technasia, Jamie Jones, Green Velvet, Nic Fanciulli, Roger Sanchez, entre outros, transformaram a Ilha no lar da subvertente, e a cena por lá se tornou cada vez mais forte.

O Tech House hoje

A grande virada de chave do Tech House aconteceu a partir de 2016. A morte do Big Room deixou uma lacuna no cenário mainstream que foi rapidamente preenchida pelo som emergente do Fisher, que deu o pontapé inicial pro boom da subvertente ao lançar os EPs “Ya Kidding” e “Oi Oi”, com as faixas “Stop It” e “Ya Didn’t”.

A onda que o Fisher iniciou se tornou um tsunami e teve seu auge em 2019, quando “Losing It” se tornou a track mais tocada em duas edições seguidas do Tomorrowland na Bélgica.

Posteriormente veio Michael Bibi e sua label Solid Grooves.. O Tech House se torna mais seco e cada vez mais focado nas linhas de baixo, em tracks como “Otto’s Chant” e “Lemonade”.

Por outro lado, a festa Elrow, uma das principais do cenário Tech House, ganha mais popularidade, trazendo outros big names como wAFF, Wade e Eddy M.

A tendência atual é o Tech House cada vez mais se ramificar em diferentes sonoridades e o interessante é que isso tá muito pautado nas principais labels da subvertente, pois cada uma segue uma curadoria e identidade musical distinta.

Como identificar o Tech House?

Tech House é a mistura do Techno com o House.

Geralmente, os timbres e o groove do bassline são mais puxados para o Techno e os elementos de melodia e vocais sofrem influência do House. Essa sonoridade costuma ser uma das subvertentes mais fáceis de se reconhecer. Uma dica é prestar atenção em como os sons do claps “amaciam” os kicks e também no groove constante. Ouça alguns exemplos aqui na playlist:

Alguns dos principais artistas de Tech House

  • Angel Heredia
  • Ben Hemsley
  • Biscits
  • Blackchild
  • Chus & Ceballos
  • Clasmatic
  • Claude VonStroke
  • Cloonee
  • Darius Syrossian
  • Deeper Purpose
  • Dennis Cruz
  • Dom Dolla
  • DONT BLINK
  • Eddy M
  • Eli Brown
  • Fisher
  • Franky Rizardo
  • Gabe
  • Gorgon City
  • Green Velvet
  • Harry Romero
  • Iglesias
  • James Hype
  • Jamie Jones
  • John Summit
  • Kevin McKay
  • Late Replies
  • Latmun
  • Loco Dice
  • Marco Carola
  • Marco Lys
  • Mark Knight
  • Martin Ikin
  • Michael Bibi
  • Moreno Pezzolato
  • Nic Fanciulli
  • Nightfunk
  • Patrick Topping
  • PAWSA
  • PAX
  • Roger Sanchez
  • Sharam Jey
  • Solardo
  • Soldera
  • Technasia
  • The Martinez Brothers
  • Volkoder
  • Wade
  • wAFF

Algumas das principais labels de Tech House

  • Bunny Tiger
  • Catch & Release
  • Dirtybird
  • Glasgow Underground
  • Hood Politics
  • Hot Creations
  • Kitt Ball
  • Knee Deep In Sound
  • La Pera
  • Loulou
  • Moon Harbor
  • Muse
  • Rawthentic
  • Repopulate Mars
  • Sola
  • Solid Grooves
  • Sweat It Out
  • Toolroom