O que significa o termo “Techno Peak Time” e como se popularizou?

Última atualização:

Com batidas fortes e expressivas, o Techno ganha cada vez mais espaço na cena dance mainstream. Enquanto uns criticam essa comercialização, outros apoiam esse crescimento. É um techno mais enérgico, apelidado de “Peak Time”.

O QUE É “TECHNO PEAK TIME”?

O nome “Peak Time” se origina do fato de ser um som bastante enérgico, feito para ser tocado nos horários de pico dentro de um line up. É um techno de arena, que funciona muito bem nos grandes festivais de dance music.

O Peak Time representa a sonoridade do Techno mais comercial e acessível do universo do gênero. Juntamente com o melódico, está muito em voga recentemente.

Se você quer entender o Peak Time de uma forma mais direta, pode chamá-lo de “Business Techno”, que é o Techno comercializável.

Pode-se dizer que a maioria dos artistas mais populares do universo Techno costumam tocar/produzir a sonoridade Peak Time.

Palco da label Resistance, no festival Ultra Miami, que recebe uma forte curadoria com alguns dos big names do Techno mundial.

CARACTERÍSTICAS / SONORIDADES

A sonoridade Peak Time costuma ser animada, upbeat e dinâmica. Tem uma estrutura de break, build e drop mais comercial. As tracks têm breaks marcantes que se desenvolvem até o drop, que é o momento auge da música.

Normalmente, o Peak Time tem entre 128 a 132 BPM. A melodia é bastante presente e fácil de assimilar, e algumas tracks exploram um silêncio pré-drop característico de sonoridades mais “big room”.

No geral, a dica para reconhecer a sonoridade Peak Time é perceber se a track é enérgica, “bate-estaca” e tem uma pegada mais comercial.

COMO O PEAK TIME SE POPULARIZOU?

Com a “morte” do Big Room, lá no final de 2016, abriu-se espaço para novas sonoridades na cena mainstream.

Seguem Adam Beyer e sua label Drumcode, trazendo esse Techno mainstream, que caiu nos gostos de um público que gostava de Big Room, mas que agora amadureceu e procura por novas sonoridades.

O Peak Time cumpre essa função, de ser a porta de entrada do universo Techno. Uma música que é ícone desse movimento é a “Your Mind”, lançada em 2018, e que marcou presença nos sets de DJs mais comerciais.

Nos anos que se seguiram, o Techno começou a invadir o mainstage de grandes festivais, como o Tomorrowland. Nomes como Charlotte de Witte, Solomun e Amelie Lens marcaram presença no palco principal do festival nessa época.

Um acontecimento recente que também simboliza essa história toda é a parceria que a Charlotte fez com a Fórmula 1, que rendeu um EP de tracks e um set gravado na pista de um autódromo.

ALGUNS ARTISTAS DE PEAK TIME

ASY*S

ADAM BEYER

ALAN FITZPATRICK

ALEX STEIN

AMELIE LENS

ANNA

BART SKILLS

CHARLOTTE DE WITTE

COSMIC BOYS

DEBORAH DE LUCA

EGBERT

HI-LO

JAY LUMEN

JOYHAUSER

KAI TRACID

LAYTON GIORDANI

PAN-POT

RAMON TAPIA

REBUKE

REINIER ZONNEVELD

RON COSTA

SPACE 92

SPARTAQUE

T78

THE YELLOWHEADS

THOMAS SCHUMACHER

UMEK

VICTOR RUIZ

WEHBBA

ALGUMAS LABELS DE PEAK TIME

1605

AUTEKTONE RECORDS

CODEX RECORDINGS

DRUMCODE

FE CHROME

FILTH ON ACID

IAMT

KNTXT

LEGEND

OCTOPUS RECORDS

PERFEKT GROOVE RECORDINGS

RELIEF RECORDS

SAY WHAT? RECORDINGS

SET ABOUT

TERMINAL M

TRONIC

WE ARE THE BRAVE