Off the stage O que é logística artística Fernanda Bueno e Juliana Sampaio explicam
Off the stage O que é logística artística Fernanda Bueno e Juliana Sampaio explicam

Off the stage: O que é logística artística? Fernanda Bueno e Juliana Sampaio explicam!

Você provavelmente sabe da correria que é a vida dos artistas, né? Como por exemplo ter que pegar vários vôos em um único fim de semana, trocar de hotel, achar um bom motorista… e até mesmo não fazer nada disso e ter duas festas para tocar em uma única noite. Quem cuida dessa parte? 

Nesta edição do Off the Stage, vamos falar com duas mulheres que trabalham duro para os artistas chegarem até as festinhas, tranquilamente, junto com vocês. 

Fernanda Bueno e Juliana Sampaio são nossas convidadas de hoje e vão descrever como é trabalhar com logística e dar algumas dicas pra quem quer começar. 

A Fernanda Bueno é gaúcha, trabalha na Nova Bookings fazendo a logística de alguns nomes importantes do mercado nacional. A Juliana Sampaio é paulista, produtora artística e também tour manager do Cat Dealers, tendo papel fundamental na logística do duo na estrada. Pra começar a entender como funciona, vamos lá: 

Meninas, de forma simples, pra quem não sabe, o que faz um profissional de Logística? 

Fernanda Bueno: A produtora de logística tem a responsabilidade de organizar toda a viagem do artista. É quem entra em contato com os contratantes, com a produção e fornecedores, a fim de obter as informações necessárias para que o artista possa se deslocar da sua casa até o local do show. 

Uma tarefa que às vezes fica bem complexa quando se tem mais de um show no final de semana e em curto espaço de tempo. Então temos que traçar toda a logística e estratégia para que não haja atrasos, e o artista possa cumprir os seus compromissos. Nós da produção ficamos online praticamente o tempo todo, porque podem acontecer contratempos e precisamos estar atentas para ajudar o artista resolver algumas questões que acontecem de última hora e, acredite, na estrada acontecem muitos imprevistos!

Juliana Sampaio: A logística é responsável por planejar e executar a ida do artista e equipe de um ponto A para um ponto B, prezando sempre pela segurança e pelo conforto dos mesmos, de forma a tornar as dificuldades de estar na estrada, como a correria, a falta de noites bem dormidas, refeições mal feitas e estar longe da família, o menos penosas possível. 

Em contato diário com eventos, artistas, equipes, empresários, agências e fornecedores, o produtor de logística precisa atender às necessidades e demandas dos artistas, para que reflita na melhor entrega; ao cronograma do show, para que ele se apresente no horário acordado; e às expectativas dos contratantes. 

O desafio da logística não está só na logística em si, que envolve a seleção e contratação de hotéis, aeroportos/vôos, veículos, profissionais, mas também na melhor utilização de todos os recursos dos quais esse profissional dispõe, como o financeiro, o tempo, os fornecedores etc, assim como sua localidade. 

Juliana, me conte um pouco do seu trabalho com o Cat Dealers, você trabalha exclusivamente pra eles? Como é o seu trabalho? 

Juliana Sampaio: Eu comecei com o Cat Dealers em Maio de 2019, como produtora de logística deles, através da Nova Bookings, já exclusiva por conta da alta demanda de shows e agenda do projeto e da equipe. Nesse quase 1 ano que trabalhamos juntos na Nova, tivemos a oportunidade de nos conhecer melhor, trabalhar muito e crescer muito juntos, e a afinidade profissional e pessoal foi tanta que, com a ida deles para a Entourage, recebi o convite do Pedrão e Lugui (Cat Dealers), de me juntar a equipe como Produtora Artística e Tour Manager. 

Iniciamos essa nova etapa da nossa jornada em Fevereiro 2020, pouco antes de o mercado ser afetado pela pandemia, assim como o mundo todo. A pandemia fez com que tivéssemos que colocar em stand by os shows e, consequentemente a demanda de produção artística e tour manager diminuiu drasticamente, mas seguimos juntos e fortes, tirando o melhor proveito dessa situação e nos preparando para voltarmos com tudo assim que possível e seguro. 

Como produtora artística e tour manager deles, sou a responsável por definir, aprovar e coordenar logísticas e cronogramas de shows junto à produtora de logística deles dentro da Entourage (a pessoa que ocupa o cargo que eu ocupei junto a eles antes, na Nova), de acordo com as necessidades e demandas pré alinhadas com meus artistas e equipe; demandas pessoais e de agenda do projeto, da equipe, assim como desenvolver relacionamento com fornecedores, veículos, promoters, produtores e etc, além de estar com eles na estrada, nos shows, cuidando de todas as frentes de interação na estrada e sendo a voz e ouvidos do projeto e da equipe frente aos contratantes, fazendo com que tudo corra da melhor forma possível. 

Cuido também das necessidades de hospitalidade e camarim junto aos produtores de cada evento e da produção de logística pessoal deles, quando estão de férias ou em viagem a trabalho – mas não necessariamente para um show – sou eu que estou à frente da organização e contratação dos recursos. 

Fernanda, como funciona o trabalho dentro de uma agência, você cuida de quantos artistas? 

Fernanda Bueno: O trabalho da agência é dividido em setores. Além do meu que é a logística, temos o administrativo, comercial, financeiro e o marketing. Todos esses setores têm ligação direta. Somos em três mulheres na logística e temos uma divisão dos artistas. Para que todas possamos dar a atenção necessária ao artista e sua equipe.

Atualmente, sou responsável por oito projetos, Beowulf, Breaking beattz, Doozie, Evokings, Elekfantz, Jørd, Maz e Visage. Trabalho com todos eles simultaneamente, assim como o restante da equipe, pois precisamos estar todos alinhados para que tudo saia conforme planejado.

Como vocês começaram nessa profissão? 

Fernanda Bueno: Em 2016 eu comecei a trabalhar com uma produtora de eventos do Rio Grande do Sul, vendendo ingressos, organizando excursões e fazendo a produção dos shows. E com isso acabei tendo um contato direto com os artistas e as agências. E em 2018, decidi vir morar em São Paulo. Entrei em contato com algumas pessoas que trabalhavam na cena, foi aí que tive a oportunidade de poder fazer parte de uma agência muito respeitada no mercado.

Comecei a trabalhar como assistente comercial e aos poucos fui aprendendo sobre logística. Depois de seis meses, recebi uma proposta para fazer parte de uma agência que estava iniciando seus trabalhos. Eu fiquei animada com a oportunidade de começar algo novo e ao lado de pessoas que eu admirava, então, não pensei duas vezes e aceitei a proposta. Entre muitos erros e acertos, hoje já fazem dois anos que faço parte do time da Nova Bookings. 

Juliana Sampaio: Eu comecei no mercado de produção artística e música em 2015, no Show Biz, na produção da primeira tour do Ed Sheeran no Brasil, que aconteceu no Espaço das Américas. Em 2009 tive a oportunidade de ver de perto a produção do “Guaraná Street Festival”, um evento grande que envolveu música, esporte e arte, e nesse dia soube que era isso que queria fazer. Foi através da idealizadora desse projeto, uma grande amiga e mentora, que pude me envolver nesse mercado. 

Em 2 anos envolvida na produção artística do Show Biz, tive a oportunidade de contribuir para grandes projetos como: Iron Maiden World Tour 2016, Red Hot Chilli Peppers, Ed Sheeran 2017, Lollapalooza 2017, 2018 e 2019, Maximus Festival, Katy Perry São Paulo TRIP, entre outros. Em 2016, uma grande amiga e colega do mercado, Fanny Mai, me apresentou ao mundo da música eletrônica, quando eu comecei a produzir logística na Plusnetwork, onde trabalhei com nomes como Illusionize e Gui Boratto, e onde tive a oportunidade fazer tour manager com artistas gringos como Yves V, Solardo e Sunnery James & Ryan Marciano, e onde me envolvi mais ainda em produção de eventos, fazendo parte de, para citar alguns, Armin Only Embrace, Hush, Elrow, Milkshake Festival e Electric Zoo. 

Pra quem não sabe, hoje em dia é necessário estudar algo para atuar nessa profissão? 

Fernanda Bueno: Sem dúvidas você deve buscar conhecimento específico na área que você pretende atuar. Isso vai te ajudar, e muito. 

Há sempre algo que você possa melhorar, aprimorar. Atualmente, por exemplo, tenho aperfeiçoado o meu inglês e estou estudando publicidade. Desconheço um curso de logística voltado para o mercado, mas, temos sempre que ficar de olho na atualização das ferramentas e novidades que aparecem para facilitar o nosso diálogo com equipe, artistas e contratantes. 

Além disso, estar atenta às notícias gerais do país e do exterior é bem importante, economia, política até questões climáticas que podem interferir no processo da logística.

Juliana Sampaio: Estudar o inglês é essencial, mas ter outros estudos gerais e específicos também é muito importante. Eu me formei em Relações Internacionais na faculdade e digo com propriedade que a abrangência de visão que a faculdade e o próprio conteúdo me deu contribui muito para a profissional que eu sou hoje. 

Eu acredito que a melhor forma de se aprender sobre o nosso mercado é estando nele, se relacionando com pessoas dele, estando nas pistas, nas festas, nos eventos, conhecendo e amando a música, mas todo e qualquer tipo de conhecimento que busque ter através de estudos, é importantíssimo. Hoje as ferramentas de estudo estão cada vez mais dinâmicas e informais, através de podcasts é possível aprender muito, busque aprender com pessoas que admira, elas têm muito a ensinar. 

Os maiores desafios da profissão: 

Fernanda Bueno: Sem dúvidas o machismo. As pessoas subestimam o nosso trabalho só por sermos mulheres, elas não conseguem ver uma mulher trabalhando na produção de um artista. Não temos o mesmo respeito que um homem tem e precisamos a todo tempo nos esforçar para mostrar o quanto podemos e o quanto somos profissionais. 

Recentemente, integrei o projeto Somus, que é um espaço para dar visibilidade para as mulheres da cena, para que elas possam mostrar o seu trabalho, serem vistas, compartilhar experiências. Isso vai fortalecer muito mais a nossa atuação e nos ajudar a crescer!

Juliana Sampaio: Os maiores desafios da Produção de Logística envolvem muitas vezes ter que fazer um bom trabalho com poucos recursos (determinadas regiões mais simples/pouco dinheiro/pouco tempo), ter que estar disponível 24h por dia, 7 dias por semana, dificilmente ter um day off, ter que estar atenta e concentrada mesmo quando de férias, dormir pouco, não ter hora e nem lugar para trabalhar. 

Qual dica vocês dariam pra quem quer começar e trabalhar com isso? 

Fernanda Bueno: Vou dar uma dica que eu mesma levei pra mim, quando ouvi a primeira vez: comece apoiando o artista ou evento locais. Ofereça o seu trabalho de forma que, além de ajudar, você possa adquirir conhecimento, iniciar um networking e amadurecer pessoalmente, profissionalmente e junto com o projeto que você está apoiando.

Juliana Sampaio: Antes de tudo, saiba o que você quer, em seguida vá atrás! Existem diversas ferramentas disponíveis para você, que sabe o que quer, correr atrás! Queira aprender, queira ser melhor, queira crescer, queira conhecer, queira evoluir, esteja aberto às pessoas e oportunidades, converse com o máximo de pessoas que puder, leia muito, escute muita música, aprenda o inglês, porque o inglês conecta o nosso mercado pelo mundo todo. 

Juliana, nos conte como é trabalhar de forma exclusiva: 

Juliana Sampaio: Com base na minha experiência, alguns pontos são muito importantes para se trabalhar exclusivamente com um artista, e o principal deles é a afinidade e sintonia profissional e pessoal, eu sinto muito isso com a minha equipe e, claro que podemos discordar, podemos passar por momentos mais difíceis e mais delicados, mas quando o objetivo e as energias batem, quando as coisas apertam, ainda nos sentimos fortes e unidos! 

Dedicação, comprometimento, profissionalismo e lealdade também são algumas características que eu acredito serem indispensáveis em qualquer relação profissional, mas que com certeza são importantíssimas para criar um laço exclusivo. 

Fernanda, nos conte como funciona para entrar e atuar em uma agência? 

Fernanda Bueno: Primeiro, entenda quais são as suas aptidões, conheça as áreas que se encaixam no seu perfil e escolha a que você mais se identifica. Se dedique a ela, busque referências, aprenda, esteja atento às novidades. Não tenha medo de perguntar, de buscar, todo mundo começou um dia assim, da mesma forma que você.  

Esteja aberto para o que vai vir, saiba compreender, absorver ou não, e vá em frente. Faça networking, invista nos seus contatos e esteja sempre pronto para aprender, ser útil e ser realmente alguém que quer estar ali! 

CONECTE-SE COM A FERNANDA BUENO: INSTAGRAM

CONECTE-SE COM A JULIANA SAMPAIO: INSTAGRAM

Eaí, curtiu saber sobre logística de diferentes pontos de vista? Comente! E se você tem interesse em saber mais sobre outras profissões, fique de olho, pois semanalmente irei trazer convidados especiais, para você, querido leitor, ficar por dentro das vibez que rolam off the stage!