Outlaw-BOZZ-fala-de-identidade-sonora-propõe-novidades-e-chega-com-moral-à-cena

Outlaw BOZZ fala de identidade sonora, propõe novidades e chega com moral à cena

TRACK DA SEMANA:


Deixando o conceito de DJ/Produtor mascarado e misterioso, Outlaw BOZZ pretende ser um símbolo, um convite às pessoas a se libertarem das amarras cotidianas e das expectativas pesadas que os outros criam a seu respeito. 

Inspirado em artistas como o Malaa, Skrillex, Habstrakt e com uma pitada do irreverente Deadpool, ele produz um som diferenciado com influências de Bass House e Tech House, com timbres marcantes e poderosas Basslines. Conheça Outlaw BOZZ.

Ao falar sobre suas motivações para que criasse um projeto dedicado a viver e fazer música, ele confirmou suas influências nessa tomada de decisão: 

Sim, se sentir preso e ver as pessoas sofrendo em suas cadeias imaginárias, deixando o tempo passar e se sentindo oprimidas por terceiros, vivendo o que a sociedade impõe e deixando seus sonhos de lado, isso me fez pensar que eu deveria fazer algo para ajudar essas pessoas, e o que eu mais amo fazer: música”.

Enquanto produzia a track “Just a Little”, Outlaw BOZZ vislumbrou ver as pessoas felizes e fazendo o que amam ouvindo seu som no máximo volume e se sentindo livres. E sobre isso, comentou sobre o quis passar com a produção: 

Libertação, você também pode ser feliz e fazer o que ama, não o que esperam de você. Acrescentei um tic-tac de relógio para simbolizar sonoramente que o tempo está passando e as pessoas estão aproveitando cada vez menos a vida, devemos aproveitar mais, pois o tempo não volta e não estamos ficando mais jovens”.

Projetando os próximos passos, ele deu dicas do que vêm por aí:

Demorei alguns meses para chegar na sonoridade que eu gostaria, nunca trabalho só em uma track por vez, costumo ter vários projetos em andamento, somente um pequeno spoiler que posso deixar aqui. Tem muitas tracks prontas esperando pelos seus dias de serem livres também e muito em breve elas estarão disponíveis”.

Por fim, Outlaw BOZZ deixou um recado a todos que gostaram de conhecer sua história e que querem ouvir mais de suas vibez:

Quero formar uma gangue de pensadores que se identificam com meus ideais e que querem viver o melhor da vida, o que traz mais alegria a cada um e não fazer o que os outros esperam que você faça. Acho que só seremos realmente felizes quando pudermos nos permitir fazer aquilo que desejamos mais profundamente e, com essa autenticidade, cada vez mais poderemos nos respeitar, pois ninguém mais precisará usar máscaras e fingir ser o que não é”.

Curtiu conhecer mais sobre essas vibez? Então dê o play em seu primeiro material de trabalho, o clipe de “Just a Little”:

CONTINUE CONECTADO COM O OUTLAW BOZZ: INSTAGRAM | SOUNDCLOUD | SPOTIFY