Saindo-da-Curva-saiba-quem-é-Franky-Wah-e-conheça-o-seu-som

Saindo da Curva: saiba quem é Franky Wah e conheça o seu som

TRACK DA SEMANA:


Esta edição do Saindo da Curva é sobre Luke Storrs que decidiu criar o seu nome artístico em homenagem aos seus avós. Ele combinou Frankie Storrs e Harry Wah para criar aquela que seria sua identidade de vida e de trabalho. E para saber sobre isso e muitos outros detalhes sobre a carreira de Franky Wah, play nas vibez e vem com a gente!

Natural de Yorkshire, no norte da Inglaterra, Franky Wah tem como inspiração dentro da música o Hip Hop, dito e mencionado por ele como sua raiz. Seu start na música surgiu com “Scott Strotch”, que o fez pegar um teclado e começar a tentar produzir pequenas coisas que o fascinaram de vez. 

Ao falar de Franky Wah é preciso destacar a resiliência de seu trabalho e sua dedicação. Se hoje você ouviu alguma produção dele, não pense que foi uma conquista simples. O primeiro single que emplacou no Spotify aconteceu apenas em 2017. Desse surgimento até que explodisse seu primeiro sucesso, “Get Me High”, lançada em 2019, foram 2 anos de muito trabalho. 

Depois de surgir pro mundo, Wah atingiu em 2020 aquele que já é seu auge. Colecionando conquistas, remixou um sucesso de Duke Dumont, participou de um EP de Tale of Us e fez muitas outras colaborações que o conduziram ao posto de relevância diante da cena. Posto que não mais deixou de ocupar. O desafio agora passa a ser manter-se, cada vez mais, nos grandes nomes dessa indústria volátil e desafiadora. 

Com menos de 4 meses de 2021,  Franky já lançou, na gravadora de Eric Prydz, sua brilhante track “The World You See”, em colaboração com Christoph e Artche. Pela Anjunadeep, um EP com 4 tracks chamado “Should Have Seen It Coming”. Por fim, com vocais de LOWES, Francky lançou “Not in Love”. 

Se em 4 meses, ou um pouco menos que isso, Franky foi capaz de produzir tanto e conquistar tamanha visibilidade, considerando, ainda, o contexto de pandemia, imagine aí o que ainda está por vir. Olhos vivos em Franky Wah, não há limites pro talento desse jovem. 

O que ele toca?

House, Deep House e Melodic House

Top 3 tracks:

Set mais cheio de vibez:

Por Leonardo Nascimento com Edição de João Gabriel Falcade