Scorz-brasileiro-que-conquistou-a-Armada-Music-e-Armin-van-Buuren-conta-sobre-sua-história-novidades-e-mais

Scorz, brasileiro que conquistou a Armada Music e Armin van Buuren, conta sobre sua história, novidades e mais!

TRACK DA SEMANA:


Diego Fonseca nasceu em São Paulo, e seu projeto, o Scorz, foi capaz de fascinar uma das mentes mais brilhantes do mundo da música eletrônica. Sob a batuta de Armin van Buuren, a vida de Diego mudou para sempre. Com uma mistura de Progressive House e Melódico em seu som, Scorz teve um longa jornada até realmente lançar seu projeto. A mudança veio no final de  2020 quando fechou acordo com a gravadora Armada Music, label de Armin van Buuren.

O expoente brasileiro assinou um contrato de produção com a gravadora, que é comandada pelo lendário DJ e tem um poder de marca com caráter global de reconhecimento. Com um desempenho assombroso no universo dos streamings, quase batendo a marca de 300 mil ouvintes mensais em menos de 3 meses, Scorz vem ganhando diversos suportes de nomes como: Armin van Buuren, Afrojack, Hardwell, Nicky Romero, Ferry  Corsten e Sander van Doorn. 

Sobre o momento, ele bateu um papo com a Eletro Vibez e, entre muitos assuntos, celebrou que Armin, sua referência, hoje toca seu som e que os próximos passos de seu projeto são ambiciosos e cheio de novidades. Confira a entrevista completa: 

Uma carreira de luta

Tudo começou em 2010 quando um amigo mostrou o software de produção musical FL Studio e foi amor à primeira vista. Como não tinha  computador, trocou seu vídeo game por um computador usado, instalou o  programa e começou a estudar por conta própria usando o escasso material disponível na época. Alguns meses depois, já estava  lançando de forma independente algumas tracks de Electro House. 

Em 2012, passei a produzir Progressive House (Big Room) e em 2013 resolvi produzir Trance, essa foi a época que percebi que estava se tornando algo  sério. Lancei tracks por vários selos legais, como a Black Hole Recordings, selo fundado pelo Tiësto, obtendo suportes de grandes artistas da cena como Armin van  Buuren, Ferry Corsten e Aly & Fila”.  

Em 2014, no entanto, Scorz passou a produzir músicas para outros artistas e deixou de lado sua própria história. Durante todo esse período entre 2014 e 2020, produziu centenas de músicas, mas decidiu, enfim, em  2020 voltar com o nome Scorz, uma história bonita que ressurgiu em um ano muito complicado.

Track do ano

Uma história que começou há muito tempo, em 2014. Scorz havia feito um collab com um amigo e chamaram Diana Leah para ser vocalista, ela então gravou os vocais da então “Come To Life”, mas não foi aprovado. Ciente do potencial, guardou os vocais para produzir uma outra track no futuro. O futuro foi 2020 com a realização daquela  “Come To Life”, a melhor do ano. 

Recomecei com ‘Come To Life’ para Armada Music. Logo em seguida recebi um email dizendo que eles tinham adorado a track e gostariam de lançar. Eles então mostraram a track para o Armin van Buuren, que também adorou. Pouco tempo depois enviei mais algumas demos, que também foram aprovadas pelo Armin e assinadas, foi então  que eles me propuseram um contrato exclusivo com a Armada e eu aceitei, consequentemente me tornando um artista da Armada Music”.

Um amigo me chamou no WhatsApp e falou: dê uma olhada na Q/A do Armin no Top 100 DJs. Quando abri a página e vi que a música do ano eleita por ele era a ‘Come To Life’, fiquei muito feliz, Armin van Buuren foi, e é uma das minhas maiores referências, e, creio que também seja de grande parte dos djs/produtores do mundo todo. Hoje eu tenho orgulho de dizer que ele é o maior apoiador do meu trabalho, é incrível todo suporte que ele tem me dado!”  

2021

Scorz começou o ano com lançamentos expressivos, como um remix para DubVision e Afrojack na track “Back To Life” e para John O’Callaghan na track “Find Yourself”.

Além de um remix para o respeitadíssimo Lost Frequencies, inspirado em tracks de Progressive House e também no Melodic House, que Scorz deu mais detalhes: 

É muito gratificante! Me sinto honrado por ter a oportunidade e apoio de remixar obras de artistas desse porte, ainda mais com um projeto tão novo que já tem muitas coisas para apresentar durante 2021, nessa parceria com a Armada Music”.

O que vem por aí

Animado com o lançamento de “Poison”, track na qual deposita muita confiança para render como os últimos lançamentos, Scorz contou quais foram seus processos e dificuldades na concepção desse novo conteúdo. 

O processo é bem simples, isso já faz parte de mim. Foi bem rápido, comecei  direto com a ideia do “drop”; estava buscando fazer algo mais dark/underground,  portanto, foquei em utilizar sons analógicos, linhas de baixo marcantes e muitos efeitos de ambiência. No mesmo dia finalizei a track e enviei para uma amiga, Jaime Deraz, cantora e compositora de Nova York, uma semana depois, após definirmos o  tema da letra e ideias, Jaime gravou os vocais e eu inseri na track. Assim nasceu a  ‘Poison’.” 

Além da “Poison” que será lançada dia 26 de fevereiro, em março, será lançada a “Easy  Love” e também um remix para um big name!

‘Poison’ apresenta uma  mensagem de que sempre haverá luz na escuridão causada por incertezas e  frustrações.” 

E você pode realizar o pre-save de “Poison” clicando aqui! Curtiu conhecer todo o trabalho desse super talentoso brasileiro que já é sucesso no berço da música eletrônica? Então fique conectado com ele!

SIGA O SCORZ POR AÍ: SPOTIFY | INSTAGRAM | SOUNDCLOUD | TWITTER | SITE | FACEBOOK | YOUTUBE