#VibezIndica: Blacker & James

Written by on 31 de outubro de 2019

Blacker & James é um projeto formado por Rivson Araujo e Lucas James, dois amigos músicos que se conheceram na época de colégio e se juntaram para viver de música. O som da dupla é voltado para o mainstream e possui uma forte influência do House e suas subvertentes. 

Chega mais e conheça mais da trajetória de Blacker & James nesse #VibezIndica!

O nome do projeto tem alguma história por trás? Como se deu, e como surgiu a ideia de batizar o projeto com esse nome artístico? 

Blacker & James: O nome veio da junção do “Blacker”, que era o nome que o Rivson usava quando tocava sozinho, e “James”, que é o sobrenome do Lucas.

Quando surgiu?

Blacker & James: O projeto surgiu em 2014.

De onde nasceu a ideia do projeto? Vocês tiveram algum artista que os inspirou para começar ou teve algum outro motivo que fez vocês entrarem nesse universo da música eletrônica?

Blacker & James: Nos conhecemos no colégio, em 2013. A escola abriu uma oficina de DJ e foi onde nós tivemos o primeiro contato com os equipamentos. Logo em seguida, começamos a buscar conhecimento sobre produção musical. Em 2014, decidimos nos juntar para começar o projeto Blacker & James.

Quem mais nos influenciou no começo da produção foi o Swedish House Mafia. A conexão que tivemos com a música eletrônica foi muito poderosa, ela nos encheu de sentimentos únicos, e como somos músicos, nos sentimos na obrigação de levar todos esses sentimentos novos para as pessoas, fazendo elas felizes através da música.

Referências musicais e artistas que te inspiram?

Blacker & James: Swedish House Mafia, Boris Brejcha, David August, Martin Garrix, Alok, Sevenn, Morten Granau, Deadmau5, Hans Zimmer, Ian Kirkpatrick, Shapeless, Two Doors Cinema Club, Rüfüs du Sol, entre outros.

Como vocês definiriam o som que produzem?

Blacker & James: Um som mainstream com melodias bem trabalhadas e buildups cheios de tensão. O nosso som parte de 125 até 128 BPM.

Como funciona o seu processo criativo? 

Blacker & James: Nós mesmos produzimos nosso som. Às vezes, as ideias surgem pelo vocal, outras pelo drop. Isso depende muito da nossa inspiração.

Qual o setup de produção?

Blacker & James: Daw- Ableton live

Macbook Pro I7, 8Ram

Macbook Pro i7, 16Ram

Monitores MSP5 Yamaha

Placa Scarlett 2i2 Focusrite

Fone Beats

Durante o set de vocês é possível ouvir quais tipos de músicas?

Blacker & James: Bass House, Progressive House, Tech House e, claro, nossa identidade musical.

Cite algo que vocês amam na música eletrônica:

Blacker & James: O que mais admiramos na música eletrônica é o poder que ela tem de conectar pessoas independente de sua etnia, religião, cor, sexo e idade.

SIGA O BLACKER & JAMES POR AÍ: FACEBOOK | INSTAGRAM


Current track

Title

Artist

Background