#VibezIndica: Buzter

Written by on 7 de novembro de 2019

Depois de um projeto voltado ao EDM, há três anos, Buzter decidiu que precisava mudar sua sonoridade. Hoje seu trabalho é dedicado ao Tech House, e é através desse som que ele comanda muitas vibez por aí!

Ele é o artista escolhido para estrelar o #VibezIndica da vez e que você precisa acompanhar!

O nome do projeto tem alguma história por trás? Como se deu, e como surgiu a ideia de batizar o projeto com esse nome artístico? 

Buzter: Confesso que demorei pra, finalmente, chegar em Buzter. Queria algo fácil, pequeno e simples. Tem influência da palavra “bus” que usamos muito na parte de mixagem de uma track, nos equalizadores. 

Quando surgiu?

Buzter: Há três anos.

De onde nasceu a ideia do projeto? Você teve algum artista que te inspirou para começar ou teve algum outro motivo que te fez entrar nesse universo da música eletrônica?

Buzter: Eu tinha um antigo projeto de EDM, mas não estava mais feliz com ele e com aquela sonoridade, então preferi recomeçar com um novo nome, com liberdade pra testar novas ideias e sonoridades. 

Em relação à música eletrônica, foi amor a primeira vista, comecei ouvindo muito Felguk na época do Electro House.

Referências musicais e artistas que te inspiram?

Buzter: Hoje em dia, escuto muitos estilos diferentes como Jazz, Soul e Lo-Fi, além de música eletrônica. Gosto de groove e admiro artistas com personalidade e que não têm medo de se arriscar. Isso enriquece todo o cenário. 

Dentro da música eletrônica gosto muito de nomes como: Billy Kenny, Zhu, Walker and Royce, Gorgon City, entre outros.

Como vocês definiriam o som que produzem?

Buzter: Desapegado de estilo e sonoridade, meu gosto muda constantemente. 

Como funciona o seu processo criativo? 

Buzter: Sou um cara diurno, funciono melhor na parte da manhã/tarde. Às vezes, já acordo com uma ideia e tento reproduzi-la, mas meu processo não tem muita regra. Às vezes surge algo a partir de um sample que eu ouvi, às vezes através de um set novo de algum artista que gosto, ou após uma gig, o que acontece muito.

Em relação ao processo, eu faço tudo. Algumas vezes, eu recorro a algum profissional de masterização, quando eu acho que a música precisa de um segundo ouvido e ela ainda pode chegar em um potencial maior.

Qual o setup de produção?

Buzter: PC: Windows 10

Daw: FL 20

Plugins: sylenth, serum, massive

Durante o set de vocês é possível ouvir quais tipos de músicas?

Buzter: Tech House e algumas outras coisas que eu não sei definir hahaha

Cite algo que você ama na música eletrônica:

Buzter: O poder de unir e de tocar as pessoas. Isso é mágico!

SIGA O BUZTER POR AÍ: FACEBOOK | INSTAGRAM

Tagged as

Current track

Title

Artist

Background