#VibezIndica: Low Disco

vibezmag

Bruno Scheffel Piazza é o nome por trás do projeto Low Disco que, inspirado por sonoridades como Progressive House e Tech House, está na cena eletrônica há mais de 7 anos. Conheça mais sobre ele neste #VibezIndica!

O que te influenciou a entrar no universo da música eletrônica?

Low Disco: Sempre tive contato com música. Quando tinha 11 anos, comecei a tocar guitarra e, aos 12, conheci a música eletrônica através do meu pai, que era DJ.

Você fez algum curso para aprender a produzir ou foi na base da força de vontade, com  tutoriais de youtube e dicas de amigos? 

Low Disco: Nunca fiz nenhum curso. Um amigo me passou a noção, fui me virando pegando dicas de outros produtores e consegui achar uma forma que meus sons soassem bem. Depois disso, construí a identidade passando por algumas vertentes. Tentei fazer faculdade, mas como já tinha uma base na produção, percebi que poderia estar evoluindo mais produzindo sozinho.

Como e quando surgiu? 

Low Disco: Produzo desde 2014, o Low disco surgiu em 2016 com a ideia de unir música underground com músicas antigas, cheguei a fazer muitos bootlegs nessa fase. Já tive diversos projetos antes, passei por alguns estilos e hoje sei que curto surfar na linha do Techno e Tech House. 

Referências musicais e artistas que te inspiram:

Low Disco: Deadmau5, Eric Prydz, Cassian, Chris lake, Joyryde, entre outros.

Como você definiria o som que você produz?  

Low Disco: Bateria com bastante groove, bassline forte e melodias!

Como funciona seu processo criativo?  

Low Disco: Primeiro, começo pela bateria e linhas de baixo seguindo alguma referência,  depois organizo os tempos da track e começo o processo de criação de melodias e montagem de transições.

Qual o seu setup de produção?  

mister ruiz

Low Disco: Caixas Krk 6, Macbook pPro, ableton live 10 e Plug-ins.

Durante seu set, é possível ouvir quais tipos de músicas? 

Low Disco: Sempre começo o set no Tech House e do meio pro final dou uma mesclada com o Progressive House pra fazer aquela finaleira épica.

Cite algo que você ama/admira na música eletrônica:  

Low Disco: Eu amo e admiro tudo na música eletrônica, principalmente a energia que ela traz pras pistas e festivais. A música eletrônica me salvou.

Indique suas duas produções favoritas: 

Low Disco: “Space Fantasy”, em colaboração com Lari Hi e marcando a estreia do Pepe como produtor musical, e a “Planet Soul”.

Quais são outros 3 artistas brasileiros que se assemelham ao seu estilo de produção e a galera precisa ficar de olho? 

Low Disco: Rad, Lowez e Rov.

Tem alguma novidade extra ou algo que o público deva saber de você? 

Low Disco: Em 7 anos de produção, posso dizer hoje que consegui descobrir o que realmente gosto de produzir e vou bombar com sonoridades diferentes e fora da caixinha porque sinto que é algo que a cena brasileira faz.

CONTINUE CONECTADO COM O LOW DISCO: INSTAGRAM | SOUNDCLOUD | SPOTIFY