WikiVibez: a Trajetória de Hardwell, a estrela do Big Room

Nascido em 7 de janeiro de 1988, na cidade de Breda, na Holanda, Robbert van de Corput ou melhor dizendo, Hardwell, é o DJ e produtor musical que levou o Big Room a outros patamares e contaremos mais sobre a sua vida neste #WikiVibez. 

Seu interesse pela música começou quando ainda era criança. Ele passava horas em seu quarto tocando piano. Logo depois, aos 13 anos, surgiu o interesse por música eletrônica, após assistir um programa de DJs da Holanda, e tinha Tiësto como sua grande inspiração. 

Hardwell compartilhava seus bootlegs pela internet, até que um dia, o remix de “Without Me” de Eminem caiu no gosto do público, e uma grande rádio holandesa, a 538, entrou em contato com ele. Foi aí que tudo começou. Com a descoberta da 538, veio seu primeiro contrato com a gravadora Digidance, aos 14 anos de idade. Três semanas depois, lançou seu primeiro disco, “Bubbling Beats 1”, e seu primeiro single foi “Play It Around”, que tocou em vários clubes alemães em 2006.

Em 2009 se apresentou junto com Tiësto no “Dancevalley Festival”, na Holanda, onde teve grande destaque na mídia. O hino oficial produzido foi “Twilight Zone”. 

Logo depois, em 2010, Hardwell fundou sua própria gravadora, a Revealed Recordings, com o propósito de lançar novos talentos da música eletrônica. A cada ano era lançado um compilado chamado “Hardwell Presents Revealed”, contendo faixas lançadas pela gravadora junto com as novas músicas de Hardwell, e que foi ganhando mais adeptos, ano após anos. 

Em 2011 veio o contrato com a gravadora alemã Kontor Records, dando maior visibilidade aos seus lançamentos. No mesmo ano, Tiësto e Hardwell lançaram juntos a colaboração “Zero 76“, que é prefixo de Breda, cidade de nascença dos dois. Pela primeira vez, Hardwell foi classificado na categoria “Top 100 DJs”, pela DJ Mag, e alcançou o 24º lugar como o segundo maior estreante, atrás do Skrillex. 

Em Abril de 2013, Hardwell entrou em sua primeira turnê mundial, intitulada de “I Am Hardwell”, e participou de grandes festivais, como Ultra Music Festival e Tomorrowland. 

O lançamento de “Jumper“, junto com a dupla de DJs W&W, foi um grande sucesso da época. Logo em seguida, lançou “Countdown” e “Dare You”. No mesmo ano, foi eleito DJ número 01 do mundo, pela DJ Mag, e continuou com o título em 2014

Após conseguir esse feito, Hardwell lançou o documentário “I am Hardwell”, que mostra toda sua trajetória e o sonho de se tornar DJ número 01 do mundo. 

A fim de comemorar seus dois milhões de seguidores no Twitter, em 2015, lançou mundialmente em seu podcast, um episódio especial com todas as faixas de seu álbum,  “United We Are”. O single “Sally” foi um sucesso nas paradas alemãs. No Ultra Music Festival, Hardwell apresentou diversas músicas novas, como “Mad World“, “Survivors” e “Off the Hook“, com Armin Van Buuren. Nessa época, seu nome já era figurado nos principais festivais do mundo e, inclusive, veio tocar no Tomorrowland Brasil!

No ano de 2016, Hardwell caiu no ranking da DJ Mag, ocupando o terceiro lugar. Durante sua apresentação no Amsterdam Dance Event (ADE), ele fez uma declaração que questionava as diretrizes dos rankings, o que gerou bastante polêmica!

Em 2017, ele lançava seu segundo álbum de estúdio e o 300º episódio de seu Podcast “Hardwell-on-Air”. No ano seguinte, lançava o terceiro volume do EP “Hardwell and Friends”. E em de janeiro de 2018, ele lançou “The Underground“, em colaboração com Timmy Trumpet. Logo depois, “Anthem“, com o DJ americano, Steve Aoki. 

Em setembro de 2018, após uma apresentação épica no Ushuaïa Ibiza, Hardwell anunciou, através de seu Instagram, que cancelaria sua agenda de shows por tempo indeterminado, para tirar uma folga e se dedicar a sua vida pessoal. Mas não deixaria de lançar novas músicas. Sua última apresentação foi durante o ADE, com direito a uma orquestra sinfônica tocando junto, todos os seus clássicos. Em seu discurso de despedida, Hardwell prometeu que voltaria. 

Em julho de 2019, de surpresa, como convidado de Afrojack, ele subiu ao palco no Breda Live Show. Apesar de todo o alarde, a apresentação foi apenas um fato isolado, pois o DJ afirma que não pretende voltar à rotina de shows e turnês tão cedo.

Mesmo longe dos palcos, Hardwell continua a lançar música, como “Being Alive“, “Chase the Sun“, com Dannic, “I’m Not Sorry“, com Mike Williams e “Left Right“. A nossa expectativa é que ele volte para os palcos em breve, trazendo aquela energia que amamos! 

Curiosidades

– Desde o anúncio do período sabático, Hardwell vem mostrando toda sua trajetória através de posts em suas redes sociais. 

O nome Hardwell foi ideia de seu pai, que traduziu o sobrenome de sua família do latim para o inglês, e ficou ‘Heart Well’, mas para ficar um nome mais atraente ele trocou Heart por Hard.

– Surgiram boatos que ele havia se apresentado como um DJ misterioso no ADE, em 2019 como Sr X, mas logo depois, ele desmentiu o rumor.

– Foram lançados mais de 300 episódios de seu Podcast.

– Hardwell passou por várias vertentes de estilos musicais, incluindo Hip-Hop no começo da carreira.

Faça parte do Vibez Club!
Você é apaixonado por música eletrônica? Então cadastre-se e faça parte do nosso club exclusivo de vantagens, e tenha a chance de ganhar nossos produtos, lançamentos exclusivos, ingressos e mais!