Conheça Sterzi, seus últimos lançamentos e o Sterzicast!

vibezmag
Última atualização:

Pedro Vitor, a.k.a. Sterzi, está na cena desde 2018, mas foi, durante o período pandêmico de 2020 que deu o pontapé inicial em seu projeto. O jovem artista contou aqui sobre sua história, carreira e apresentou mais sobre seu podcast, o Sterzicast. Conheça mais sobre ele nesta entrevista!

Por que Sterzi?

Sterzi: Meu nome é Pedro Vitor Sterse, com “se” mesmo, diferente do meu nome artístico, que é Sterzi. A história do meu nome artístico é bem interessante, meus bisavós vieram da Itália para o Brasil fugindo da segunda guerra e quando eles foram registrar meu avô, o pessoal do cartório errou e escreveu Sterse ao invés de Sterzi e depois toda a família levou o sobrenome Sterse. Sendo assim, meu nome artístico é uma homenagem aos meus antepassados. Eu sou natural de São José Dos Campos – SP, mas nunca morei lá e me considero goiano, pois moro em Goiás desde neném.

O que te inspirou a entrar na cena eletrônica?

Sterzi: Quando eu era criança meu pai sempre me dava os CDs do Summer Eletrohits, e foi daí que minha paixão começou, ouvia sem parar aqueles CDs e ficava impressionado com aquela música, que era diferente de tudo que eu já tinha ouvido e fui cada vez pesquisando mais sobre qual era aquele tipo de música e fui conhecendo novos estilos e virei um amante da música eletrônica, mas ainda não sonhava em ser DJ.

Em 2016, fui em meu primeiro show de música eletrônica que tinha Alok e Bhaskar como headliners e nesse show vivi emoções com a música que nunca tinha sentido antes e logo no dia seguinte comecei a procurar como fazia música eletrônica e comecei a ver vários tutoriais no YouTube e aquilo me despertou uma paixão que eu não conseguia esquecer, mas foi só em 2018 que eu consegui entrar em um curso de produção musical presencial em goiânia, na escola EMEG, e foi ali que iniciei na produção musical, depois disso fiz vários outros cursos de discotecagem e produção e fui me aperfeiçoando.

Principais influências e estilo de produção? 

Sterzi: Eu gosto muito da sonoridade do Deep House e do Progressive e amo o swing dançante do House e do Tech House. A minha produção é uma mescla desses estilos que faz minha música ter melodias marcantes e um groove bem dançante. Me inspiro muito no Gabe, no Bhaskar e nos gringos Jhon Summit e na J. Worra, dentre outros.

Comente sobre os seus últimos lançamentos e sobre a sonoridade que vem sendo sua referência no momento:

Sterzi: Venho trabalhando em músicas com vocais originais que, pra mim, fazem toda a diferença para ser original. O meu último lançamento “Power Deep Inside” tem o vocal da cantora Kel, que nasceu na ilha de Malta, mora na Itália e já passou 80 mil plays no Spotify, mais de 20 mil no Soundcloud e foi lançada de forma independente, sem gravadora. Além dessa, estou fazendo mais duas músicas com a Kel que vão ser lançadas em breve. 

Também tenho várias outras collabs que vão ser lançadas em breve com os produtores: Mush, Nivek, Nollan, Breaks Music e Calixt. Em minhas produções eu foco bastante no groove da música, é essencial ter uma bateria bem dançante e um baixo que dê bastante movimento na música e não pode faltar uma melodia que fica na cabeça.

Conte mais sobre seus últimos lançamentos:

mister ruiz

Sterzi: Eu amo músicas com letras que tem sentido. Na “Power Deep Inside”, a letra traz uma mensagem de empoderamento para nós buscarmos a força que existe dentro de nós e que não precisamos de outra pessoa para nos fazer feliz.

Já na minha música “Esperança”, eu trouxe um vocal original em português, da minha amiga Sarah Campos, que traz uma mensagem de paz, amor e esperança, que me deu muita força nesse período de pandemia.

Neste ano, lancei também a “Touch Me” pela gravadora Elevation, do Illusionize, que foi uma conquista que significou muito para mim e minhas músicas no Spotify já somam um total de 200 mil streams na plataforma! E já recebi feedbacks positivos dos mestres Gabe, Fiorela e Rocca nas minhas músicas.

Comente sobre o Sterzicast: 

Sterzi: O podcast foi algo que quis lançar com o intuito de dar suporte para artistas e mostrar o som que eu estou curtindo. Ele é no formato de áudio e atualmente está apenas no meu soundcloud, estou sempre em busca de promos para dar suporte. 

Quais são seus próximos passos?

Sterzi: Vou gravar um videoset que vai ser lançado no fim de outubro com o nome de ‘Deboche Elegante’, que foi um nome que bolei, que representa muito esse meu estilo dançante e melódico. O ‘Deboche Elegante’, que vai ser um set com menos frequência do que o podcast, terá uma produção bem profissional e lugares bem bonitos.

Além disso, tenho muitas músicas para serem lançadas, fiquem de olho!

CONTINUE CONECTADO COM O STERZI: INSTAGRAM | SOUNDCLOUD | SPOTIFY