Foto por: @alivecoverage

Desafios e prazeres de ser uma dupla de DJs, por Cat Dealers

Última atualização:

Uma das duplas de maior prestígio na cena Brasileira e que há um bom tempo vem também conquistando espaço no cenário internacional, os cariocas e irmãos, Lugui e Pedrão, formam o Cat Dealers desde 2016. 

Sempre com a intenção de revirar o mundo da Dance Music, seja através de lançamentos musicais, sets especiais, conteúdos diversos e muito carisma ao longo desses 6 anos de estrada, eles listaram aqui o que muita gente não vê, o que os fãs não sabem e o que muitos produtores iniciantes nem imaginam ao formarem uma dupla.

Desafios: 

  1. Combinar ideias, pensar em sets etc. No começo do projeto – e até hoje às vezes ainda um pouco – era muito difícil produzir e pensar nos sets, pois era complicado chegar a um consenso no que os dois gostavam/queriam;
  2. Conciliar a agenda dos dois pra tudo;
  3. É uma convivência bem intensa, a gente tá junto e tomando decisões junto o tempo inteiro. Às vezes é difícil evitar conflitos desgastantes;
  4. Logística. Às vezes queremos coisas diferentes relativas às nossas viagens e é mais complicado de organizar ou chegar em um senso comum;
  5. Tomar decisões importantes quando temos ideias de caminhos diferentes. Difícil saber qual ideia seguir.

Prazeres: 

  1. Companhia para tudo: estamos sempre juntos, viajando etc;
  2. Gostamos de muita coisa parecida. Ao mesmo tempo também coisas diferentes, mas que se complementam;
  3. Poder dividir as tarefas de trabalho; 
  4. Estar sempre em família, nosso trabalho é em família;
  5. Ter sempre alguém que te incentiva e te conhece por inteiro. E que divide as dores e as alegrias, pois é a única pessoa que entende exatamente o que você está passando, já que ela está passando também.

E aí, isso te motivou ou fez desistir de montar um duo?