Bass Box Recordings | Gravadora brasileira no #RadarVibez

O Radar Vibez desta semana conversou com Ávila, fundador da Deep Bear Recordings e da Bass Box Recordings, sobre o papel da label na cena brasileira. Leia a entrevista, conheça mais sobre a sua história e confira algumas dicas infalíveis para ter sucesso ao enviar uma demo!

Quem fundou a gravadora? Quando ela foi inaugurada? O que os inspirou a criá-la?

Bass Box Recordings: A Bass Box Recordings é uma gravadora independente do Brasil, fundada pelo ex-DJ/produtor Ávila em 25 de Julho de 2017.

Ela foi inicialmente criada como um subselo da Deep Bear Recordings, mas com o passar dos anos ela se tornou mais independente e hoje é o principal selo underground do Deep Bear Music Group.

Temos os mesmos propósitos e inspirações desde o começo: dar espaço e visibilidade para bons artistas, mas dessa vez para promover um som totalmente underground.

Onde está localizada a gravadora? O que vocês têm feito para fomentar a produção musical e artistas dessa região?

Bass Box Recordings: Somos de Goiânia. Tentamos abrir as portas para pequenos produtores terem sua música exposta no mundo todo. Localmente falando, procuramos fazer network entre grandes e pequenos artistas na região, tentamos unir esses artistas através da Deep Bear Music Group com lives e lançamentos juntos para termos uma interação entre eles, o que resulta sempre em gigs e collabs até mesmo fora da gravadora.

Vocês possuem artistas-chave que gostariam de indicar para a galera acompanhar os próximos lançamentos?

CZAR: É um DJ e Produtor de Tech House com uma musicalidade impressionante. Lançamos recentemente a track “Starling”, um Tech House incrível, que vem tendo um bom resultado e que inclusive saiu aqui na Eletro Vibez.

Jays Negri: O brasiliense vem se destacando com seus lançamentos de Tech House. Vamos lançar ele em outubro na Bass Box Recordings com a track “Preach”.

Atóm: É um produtor de música eletrônica irlandês que cria uma variedade de música, desde sons progressivos mais suaves até techno mais intenso.

Existe um som/subvertente ou uma ideologia comum que unem seus lançamentos?

Bass Box Recordings: A Bass Box transita entre o Tech House e o Progressive House, gostamos de um som futurista, melódico, tecnológico, dark, mas também dançante. Aquele tipo de música que funciona bem em uma pistinha escura.

Quais são as top 9 tracks lançadas por vocês?

Jungle Punk – No Lies

CZAR – Starling

Mash – Lunatic

DARCO – Twist

Atóm – Illumina

Vianna – This Is The Sound

Guizzera – Cruel Gate

DRAREK – Copper

Raffee – Oh Yea

Qual é o conselho vocês deixariam para quem quer enviar uma demo para vocês?

Bass Box Recordings: Observar e entender o que lançamos. Escute nossos últimos 15 lançamentos para entender o caminho que a gravadora está seguindo. Às vezes recebemos muitas demos aleatórias, que o artista envia um estilo totalmente fora do que estamos focados no momento por não fazer uma simples pesquisa antes de enviar a demo.

Deixe algumas dicas do que um artista não deve fazer na hora de abordar uma gravadora:

Bass Box Recordings: Não se precipite. Envie uma demo quando você tiver certeza absoluta que está com a qualidade que você considera realmente boa. Após produzir e finalizar uma música, todos nós produtores ficamos loucos para mandar essa música para o mundo. Não faça isso, fique uns dias sem escutar ela, não mande pra ninguém ainda, espere seu ouvido descansar daquela música, e então depois de alguns dias volte a escutar. Se você escutar e achar que não precisa de mais nada, então você envia ela como demo para alguma gravadora.

Curtiu conhecer mais sobre a história e as dicas da Bass Box Recordings? Quer ter a chance de lançar por lá? Siga as dicas e envie a sua demo para [email protected] em um link privado do Soundcloud.