WikiVibez: A trajetória do precursor do Progressive House, Nicky Romero

Written by on 15 de maio de 2019

Que a Holanda é o berço de grandes nomes da música eletrônica, tais como: Tiësto, Armin van Buuren, Don Diablo, Martin Garrix e Afrojack, não é novidade para muitos, mas você sabia que o precursor do progressive house é também Holandês? Sim, o experiente Nicky Romero é o holandês que abordaremos nesta #WikiVibez!

O DJ, compositor e produtor Nick Rotteveel, nascido no dia 6 de janeiro de 1989 em Utrecht, na Holanda, carrega consigo inúmeras tracks de sucesso e uma renomada label denominada “Protocol Recordings”. Nicky não nos poupa quando a palavra é “persistência”, já que desde muito novo, ele batalhou para chegar aonde está na indústria da música eletrônica. Quando pequeno, sua família decidiu morar em Ontário, no Canadá, mas não demorou muito para que retornassem para a sua cidade de nascença, chamada Amerongen, também na Holanda. Aos 6 anos de idade, o pequeno Nick, já tinha influências no ramo musical, já que ele tocava instrumentos como tambor e quando um pouco mais velho, aos 12, bateria.

Durante sua adolescência, Nick não era tão fã dos estudos, mas, mesmo assim, finalizou os mesmos e começou a trabalhar, mas, não diretamente com música. Ele iniciou a sua jornada sendo garçom de um bar de sua cidade, e foi ali que ele obteve o primeiro contato com a cena eletrônica e começou a se imaginar neste promissor ramo de DJ e produtor. Em 2008 ele adotou o nome artístico de Nicky Romero e deu início a produção de suas primeiras tracks: “Qwerty” e “Funktion One“. Com as mesmas, Nicky passou a ter um reconhecimento a mais naquele momento, já que a faixa “Funktion One” foi assinada pelo produtor Madskillz para a gravadora Azucar e acabou adentrando na cena eletrônica.

Em 2009, ele remixou a track “Get On The Floor” de Sidney Samson e Tony Cha Cha, produziu um bootleg da track “When Love Takes Over” do David Guetta e no mesmo ano, remixou a faixa “Alamo” do Dirty South e, persistindo em penetrar ainda mais na cena, em 2010 ele lançou uma nova faixa denominada “My Friend“, assinada pela gravadora Spinnin’ Records. A track trouxe um resultado incrível para ele, já que DJs como Tiësto, Axwell, Fedde Le Grande e Sander Van Doorn incluíram a faixa em seus sets da época. Um ano após, em 2010, Romero liberou produções renomadas, como o remix para a track “Rockin’ High“, do Fedde Le Grand.

Após inúmeros remixes, ele quis apostar em seu próprio som mainstream, e foi assim que a era ouro começou a bater na porta de Romero. Ao final de 2011, sua renomada track “Toulouse” havia chegado ao mundo, permanecendo no top 10 da Beatport por um longo tempo e conquistou disco de ouro na Holanda, o que elevou o status da sua carreira, além de uma collab com outro astro em ascensão, o também holandês, Hardwell, na track “Beta“. No mesmo ano, Nicky foi convidado por ninguém mais que David Guetta a fazer residência em conjunto, em uma das mais prestigiadas baladas do mundo, a Pacha Ibiza.

E como prova de todo o seu empenho na cena, ele recebeu o prêmio de “Highest New Entry” pela revista DJ Mag, alcançando a posição 17º no TOP 100 DJS 2012, ultrapassando grandes nomes como: Alesso, Axwell, Kaskade, Calvin Harris e outros. Ainda em 2012, em colaboração com as irmãs Nervo, a track “Like Home” chegou para emplacar no ranking da Beatport, sendo a segunda track com o selo de sua label, a alcançar o ranking da mesma, consecutivamente após “Toulouse”, alcançando também, a posição de 33º no UK Single Charts. Após a revolução que o produtor trouxe a cena com o seu som, ele entrou para o line-up do Tomorrowland Bélgica 2012 e se apresentou no Mainstage.

Em Dezembro de 2012, uma track marcante para os apaixonados pela dance music foi lançada. Nicky em colaboração com o Avicii trouxeram ao mundo a tão memorável “I Could be the One“, distribuída com o selo da LE7ELS (a label do Avicii) e pela Mixmash do Laidback Luke, onde alcançou o TOP 1 da UK Singles Chart, sendo o primeira faixa de ambos os DJs, a debutarem em primeiro lugar em um charts britânico, e ainda assim, obtiveram muitos outros prêmios, acumulando em seu legado os seguintes: disco de ouro pelo Belgian Entertainment Association (BEA), disco de ouro pelo British Phonographic Industry (BPI), também, disco de ouro pelo Recording Industry Association of America (RIAA) e três vezes platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA), ou seja, a junção dos dois foi mais que especial, foi histórica para a música eletrônica.

No ano de 2013, “Legacy” foi lançada em parceria com o duo Krewella, seguida pela track “Symphonica“, ambas alcançaram o top 1 do ranking da Beatport, impulsionando ainda mais a carreira dele e fazendo com que Nicky conquistasse fãs pelo mundo inteiro. No mesmo ano, e com ainda mais visibilidade e requisitado pela indústria, ele lançou uma collab com o duo Sunnery James & Ryan Marciano denominada “SOTU”, que foi assinada pela label “Size Records”, gravadora que é de Steve Angello.

Em meio a toda amplitude e popularidade que o precursor ganhou durante os anos mencionados, Nicky ganhou sua residência no The Light Las Vegas, uma das baladas mais queridas das noites na cidade e também adentrou em inúmeros outros festivais como, Electric Daisy Carnival, Ultra Music Festival, Coachella, Sensation, entre outros. Aproveitando o seu momento tão prestigiado na indústria, Romero alcançou o 7º lugar no ranking da DJ Mag TOP 100 de 2013, tendo em vista todo o seu esforço e a legião de fãs que o acompanhavam.

Já no ano de 2014, o sétimo melhor DJ do mundo continuou produzindo outros hits pela sua gravadora Protocol, como a track “Feet On The Ground“, com vocais da cantora Anouk, e “Let Me Feel” em conjunto com o duo Vicetone e participação da banda Holandesa When We Are Wild.

Em 2015, Nicky progrediu e continuou produzindo grandes hits como a track chamada “Warriors“, produzida em parceira com o duo Volt & State. Em junho do mesmo ano, ele também lançou a track “Lighthouse“, que alcançou a posição 50ª na lista Hot Dance/Electronic Songs da Billboard.

Em meio ao auge de sua carreira, ainda em 2015, entre viagens e uma agenda cheia, Nicky declarou em uma carta pública em suas redes sociais (para ler a carta, clique aqui)., que o mesmo sofria de ansiedade por 2 anos e meio, já que o público que o acompanhava estava sentindo falta de novas produções, apenas se apresentando em poucos shows.

Após ter ser reerguido e segundo ele, estar novamente disposto a entregar ao seu público um novo Nicky e novas produções, ao final de 2015, ele lançou sua nova track, denominada como “Harmony“, sua parceria com o duo Stadiumx, anunciando o seu retorno aos palcos e as produções.

Já em 2016, recuperado e totalmente inspirado para novas tracks, Nicky voltou com tudo aos estúdios e em fevereiro do mesmo ano, ele lançou o single “Future Funk“, em parceria com o badalado guitarrista, Nile Rodgers e com a mesma, o single debutou em 45ª no ranking da Hot Dance/Electronic  Songs e em 24ª na lista de Dance/Electronic Digital Songs, da Billboard. No início de maio do mesmo ano, Romero lançou os singles “Novell” e “The Moment“, sendo que ambos alcançaram rapidamente a posição número 1ª do ranking de Progressive House no Beatport, mostrando que seu retorno foi tão especial quanto a sua recuperação. Ainda em 2016, lançou a track “Ready 2 Rumble“, com um sampler da frase dita por Michael Buffer “Let’s  get ready 2 rumble!”, seguido das tracks “Take Me” e “Crossroads” como duo holandês, Navarra.

Em 2017, e sem parar com as produções, além de muitos remixes lançados, Nicky nos brindou com as tracks “Sober“, com o trio americano Cheat Codes, e “Only For Your Love” com Florian Picasso. No mesmo ano, Nicky teve também grandes residências por requisitados night clubs, sendo eles, no Amnesia em Ibiza, e na Wynn, em Las Vegas, e atingiu a marca de 5 anos da sua label, Protocol Recordings.

Já em 2018, os lançamentos destaques da carreira de Nicky ficaram para as tracks “Where We Would Be” e “Here We Go” que entrou para o EP da Tomorrowland de 2018. Também neste ano, como de costume, realizou pela 6ª vez consecutiva a noite da Protocol no ADE (Amsterdam Music Event), com surpresas incríveis.

Nesse ano, 2019, ele veio com tudo, fazendo jus ao título de precursor do progressive house! Além de uma festa exclusiva durante o Miami Music Week, reunindo os principais DJs do gênero, Nicky em colaboração com Florian Picasso, lançaram juntos em maio a track “Midnight Sun”, na melhor pegada progressiva que a gente ama!

Nicky é e sempre será uma das grandes referências da cena eletrônica, e todo seu sucesso e esforço na cena, vem nos mostrando que mesmo com as dificuldades pessoais, é possível se superar e dar a volta por cima!

Nicky Romero Facts:

– Avicii era um dos melhores amigos de Nicky, e mesmo que seja tão evidente, Nicky sempre deixou claro o seu enorme carinho pelo produtor.

– Ele está envolvido em diferentes tipos de projetos de caridade, como “10.000 Hours – People Planet Party”, que tem o objetivo de ajudar a renovar playgrounds em países envolvidos ao projeto, para as crianças desfavorecidas.

– Em agosto de 2014, Nicky uniu-se com a EDM lifestyle, de Electric Family, para produzir uma pulseira com o seu nome, em que 100% das vendas são doados ao instituto que combate o câncer, Fuck Cancer.

– Nicky tem uma tatuagem em seu antebraço que significa a melodia principal de sua track que lhe trouxe relevância e muitos elogios, mais conhecida como “Toulouse”.

– No filme “We Are Your Friends”, Nicky faz uma pequena aparição, atuando como si mesmo.

– Ele também produziu a música “Right Now” de Rihanna com participação de David Guetta.

– A faixa “Novell” tem um significado importante para o Nicky e seu tour manager, Hatim El Khatib, já que a track carrega o nome do primeiro filho de Hatim. Que homenagem fofa, né?

– Nicky em conjunto com a sua label, criou em 2012 a Protocol Radio em que semanalmente ele apresenta os lançamentos da cena mainstream. O programa está chegando há quase 400 episódios.


Current track

Title

Artist