#WikiVibez: Vini Vici, o projeto israelense que ganhou os corações dos apaixonados por trance

Escrito por: em 26 de fevereiro de 2019

Para um bom frito, o drop de “Free Tibet” basta! Sem dúvidas, o projeto da dupla Aviram Saharai & Matan Kadosh, conhecido mundialmente como Vini Vici, arrasta apaixonados pela cena através de seu trance com BPMs nas alturas. É sobre eles que iremos falar nessa #WikiVibez!

Ambos nasceram em Afula, no norte de Israel, e se interessaram por esse universo desde cedo. Aviram tem atualmente 33 anos e iniciou suas produções musicais em meados dos seus 14 anos. Já Matan, tem 35 anos de idade e descobriu sua afinidade com a música com apenas 15 anos.

Antes mesmo da idealização do projeto Vini Vici, a dupla já tinha uma parceria e trabalhavam juntos em um outro projeto: o Sesto Sento, contando também com a participação de Itai Spector, mais um israelita prodígio no mundo da música. O projeto tinha foco no trance, mas com uma pegada Full On, com o lançamento do primeiro álbum em 2002, o “The Inner Light”. Depois do álbum primogênito, o trio lançou outros quatro em 2003, 2005, 2006 e 2008, sendo o “Come Togheter”, de 2006, recorde de vendas e, por isso, responsável a premiar os meninos com um disco de ouro, uma marca alcançada por pouquíssimos nomes da cena eletrônica na época.

Além desse prêmio incrível, Sesto Sento fez remixes valiosos para grandes artistas como: Fatboy Slim, Infected Mushroom e GMS. Sem dúvidas, Aviram e Matan ficaram bastante conhecidos com os singles, remixes e parcerias feitas nesse período, mas em 2013 decidiram fundar o projeto Vini Vici, que seria um paralelo ao Sesto Sento. A ideia era manter o estilo antigo, mas adicionando um toque progressivo e inovando ainda mais nas produções. Sendo assim, uma das primeiras tracks trabalhando em cima do novo projeto foi a “Back Underground”, com Major 7, em 2014.

Em 2016 remixaram a track “Free Tibet”, de Hilight Tribe, lançada pela Iboga Records, remix que, hoje, conta com mais de 80 milhões de visualizações no youtube e 25 milhões de plays no Spotify. Esse sucesso estrondoso chamou a atenção de ninguém menos que Armin van Buuren, o que rendeu uma belíssima collab para a track “Great Spirit”, com participação também do projeto Hilight Tribe, no mesmo ano. A track se destacou tanto, a ponto de ganhar uma incrível remix do DJ e produtor Wildstylez, consagrado na cena hardstyle. Com essas duas tracks, o duo viu sua popularidade e o número de fãs crescer de forma disparada.

E não parou por aí! As collabs vieram com força e com muitos nomes de peso, idealizando tracks cheias vibez, como: “Adhana” com Astrix, “The House of House” junto com Dimitri Vegas & Like Mike, “100” com Timmy Trumpet, “Moshi Moshi” com Steve Aoki, “Chakra” junto o duo holandês W&W e as mais recentes “United” com Armin van Buuren e Alok e “Gaia” com Blastoyz e Jean Marie, que estão nos topos das paradas e, juntas, já somam mais de 10 milhões de visualizações no youtube.

Nos últimos anos, Vini Vici vem sendo presença confirmada em line-ups de grandes festivais, como, EDC, Ultra Music Festival, Airbeat One e Tomorrowland, onde fizeram apresentações sensacionais entre os anos de 2016 e 2018. Além disso, a dupla é marca registrada das raves e festivais que abrem espaço para o progressive trance e psytrance em território brasileiro. Com músicas sempre melódicas, com BPMs rápidos e energia lá em cima, o duo israelense consegue sempre agitar os brasileiros do início ao fim do set sem perder a animação. Já subiram ao palco de festivais e raves consagradas como Universo Paralello, Mundo de Oz, XXXPerience, Playground, Mundo Psicodélico e estão confirmados também no line-up da Flowers, que acontecerá em abril, em solo mineiro.

Vini Vici Facts:

  • Além do Sesto Sento, Aviram participou do projeto Ferbi Boys, enquanto Matan seguia carreira solo atendendo pelo nome de Gataka;
  • O remix de “Free Tibet” foi a primeira track de psytrance a entrar no Top 10 da Beatport;
  • Atualmente o projeto está em 34º lugar no Top 100 da DJ Mag (2018);
  • Já participaram de várias edições do ASOT – A State Of Trance, programa de Armin van Buuren;
  • Atualmente, a dupla tem mais de 2,6 milhões de ouvintes mensais no Spotify.
  • Em 2019, eles terão o seu próprio stage host no Tomorrowland, nomeado ‘Psy Trance by Alteza Records”.

Current track

Título

Artista